Com passagem curta pelo Juventus em 2020, o lateral Anderson Pico protagonizou cenas lamentáveis em jogo do seu atual clube, o Cruzeiro-RS, contra o Lajeadense, pela segunda divisão do Campeonato Gaúcho.

Tudo começou quando o jogador de 32 anos, que já defendeu grandes clubes do país como Flamengo e Grêmio, foi expulso por reclamação pelo árbitro Francisco Soares Dias. Furioso, ele correu para cima do árbitro e por muito pouco não o agrediu. A Brigada Militar precisou ser acionada.

Na súmula, o árbitro relatou que Pico gritou "tem que chutar a cabeça de vocês mesmo", se referindo à agressão ao árbitro Rodrigo Crivellaro há um mês, em jogo da mesma competição.

Após a apresentação do cartão vermelho, Anderson da Silveira Ribeiro proferiu as seguintes palavras: "Eu vou quebrar a tua cara, seu filho da p*, tem que chutar a cabeça de vocês mesmo", escreveu o árbitro na súmula.

Mas não parou por aí. Depois de levar o cartão vermelho, Anderson Pico foi afastado da confusão por um profissional do Lajeadense e deu um soco na cara do maqueiro do time adversário. O tumulto acabou se espalhando e se estendendo as duas equipes.

Após a retomada da partida, o Lajeadense goleou o Cruzeiro por 4 a 0, fechou o agredado do confronto em 6 a 0 e se classificou à semifinal.