Um catarinense de São Joaquim viveu momentos de emoção ao invadir o gramado do Maracanã na noite de quarta-feira (14) e comemorar a classificação do Flamengo para a final da Copa do Brasil junto com os jogadores.

Porém, a festa não terminou do jeito que ele imaginava. Após a celebração, o homem foi retirado pelos seguranças e levado até o Juizado Especial Criminal (Jecrim), no estádio, onde participou de uma audiência.

Para ser liberado, precisou pagar uma multa de R$ 400 e está proibido de ir ao Maracanã até o fim do ano.

A punição foi baseada em artigo que diz: “Promover tumulto, praticar ou incitar a violência, ou invadir local restrito aos competidores em eventos esportivos: (Incluído pela Lei n° 12.299, de 2010)”.