Técnico da equipe de vela da China, Bruno Fontes foi cortado pelo Comitê Olímpico Chinês e não vai para as Olimpíadas de Tóquio.

Medalhista de prata no Pan-Americano de Lima, no Peru, em 2018, ano em que se aposentou, o velejador participou de toda preparação da equipe e utilizou as redes sociais para fazer um desabafo.

“Os homens também choram. Desde o falecimento do meu pai, mais de dois anos que eu não chorava. O golpe foi duro e senti o gosto da derrota a ponto de nunca mais deixar acontecer novamente”, diz um dos trechos da mensagem postada pelo catarinense.

Segundo ele, a decisão da China foi baseada nos protocolos de combate à Covid-19, que restringiu o número de participantes por delegações nos Jogos.

Veja o vídeo publicado por Bruno Fontes: