Vídeo: Árbitro é afastado pela CBF após marcar pênalti bizarro na Copa do Brasil

Foto: Reprodução

Por: Lucas Pavin

09/03/2023 - 16:03 - Atualizada em: 09/03/2023 - 16:37

O árbitro Paulo Roberto Alves Júnior, da Federação Paranaense de Futebol, foi afastado pela Comissão de Arbitragem da CBF após marcar um pênalti inexistente no jogo entre Tombense e Retrô, pela segunda fase da Copa do Brasil.

O lance aconteceu aos 35 minutos do segundo tempo, quando a bola sobrou na área do Retrô, três jogadores da Tombense foram juntos para a disputa, sendo que dois deles se chocaram.

O juiz acabou marcando a penalidade para o time mineiro ao ver o atacante Jaderson caindo na área, mesmo sem a participação de atletas da equipe pernambucana na jogada.

Os jogadores do Retrô ficaram indignados com a marcação e dois receberam cartão amarelo. Vale lembrar que a competição não conta com o recurso do árbitro de vídeo nesta fase.

Na cobrança do pênalti, Jean defendeu o chute de Alex Sandro, mas no rebote o próprio Alex Sandro marcou o gol da vitória por 1 a 0 que classificou a Tombense.

Nesta quinta-feira (9), a Comissão de Arbitragem da CBF emitiu nota informando que “o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior foi incluído no Programa de Assistência ao Desempenho da Arbitragem (Pada)”. O Pada é como é chamado atualmente as atividades de “reciclagem” dos árbitros. Durante esse período, Paulo Roberto não será escalado para jogos.