Ainda não foi desta vez que o Avaí conquistou a primeira na Série A do Campeonato Brasileiro. O time de Florianópolis estava vencendo o jogo contra o Cruzeiro, por 2x1, na tarde deste domingo (11) no estádio da Ressacada, mas aos 51 minutos a equipe mineira empatou. O lance foi inicialmente anulado pela arbitragem, alegando impedimento, mas após consulta no VAR acabou validado.

O empate foi ruim para os dois times na classificação da competição. O Avaí segue na última colocação, com 6 pontos; o Cruzeiro se mantém na 17ª, dentro da zona de rebaixamento, com 11 pontos.

Pedro Castro (E) fez o primeiro gol do Avaí contra o Cruzeiro | Foto Frederico Tadeu/AFC

O Avaí fez o primeiro gol da partida aos 22 minutos do primeiro tempo, com Pedro Castro. O Cruzeiro empatou aos 16 do segundo tempo, com Pedro Rocha, mas aos 28, de pênalti, Brenner recolocou o Leão da frente.

O triunfo parecia certo quando Edilson, do Cruzeiro, foi expulso, aos 36 minutos, mas a pressão pela primeira vitória deixou o Avaí nervoso e sem conseguir dominar as ações. A equipe mineira se lançou ao ataque, até que aos 47 Sassá achou espaço e igualou o placar, em posição duvidosa de impedimento.

Lourenço saiu de campo machucado, no empate com o Cruzeiro | Foto Frederico Tadeu/AFC

A equipe de arbitragem precisou de quatro minutos para rever o lance na televisão e só aos 51 validou o gol.

Agora, na 15ª rodada, o Avaí vai a Chapecó buscar a primeira vitória, contra a Chapecoense, domingo (18), às 19 horas. O Cruzeiro joga no mesmo dia, às 16 horas, contra o Santos.

Ficha técnica

Avaí 2 - Vladimir, Léo (Iury), Betão, Marquinhos Silva e Paulinho; Pedro Castro, Richard Franco e João Paulo; Lourenço (Caio Paulista), Brenner e Bruno Sávio (Douglas). Técnico - Alberto Valentim.

Cruzeiro 2 - Fábio, Orejuela (Edílson), Dedé, Léo e Egídio (Dodô); Henrique, Ariel Cabral (David), Robinho e Marquinhos Gabriel; Sassá e Pedro Rocha. Técnico - Ricardo Resende (interino)

Gols - Pedro Castro (A), aos 22 minutos do primeiro tempo. Pedro Rocha (C), aos 16 minutos, Brenner (A), aos 28 minutos e Sassá (C), aos 51 minutos do segundo tempo.

Arbitragem - Paulo Roberto Alves Júnior, auxiliado por Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn. No VAR, Adriano Milczvski (todos do PR)

Cartões amarelos - Robinho, Edílson (CR); Vladimir e Douglas (A)

Cartão vermelho - Edílson (C) e Léo (A).

Local - Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Jogo neste domingo (11) teve quase 5 mil pessoas na Ressacada | Foto Frederico Tadeu/AFC

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: