Depois de chamar Lewis Hamilton de idiota por conta de uma colisão no GP da Bélgica no último fim de semana, Fernando Alonso pediu desculpas ao heptacampeão mundial e disse que seus comentários no calor do momento foram desproporcionais.

“Espero que, quando estivermos fazendo as gravações para TV, eu possa me aproximar dele e pedir desculpas, se ele entendeu dessa maneira. Não tenho absolutamente nenhum problema com ele. Como eu disse, tenho um grande respeito por ele”, disse.

Com dois títulos na história, o espanhol ainda havia dito no rádio de sua equipe, em transmissão ouvida por uma audiência global, que o piloto da Mercedes só sabia largar e pilotar em primeiro lugar.

“Não, não, não, eu não acredito naquilo. Quer dizer, não é que eu acredite ou deixe de acreditar, é que há fatos que mostram que não é bem assim. É algo que você diz no calor do momento. Nada do que eu disse é verdade, ou pelo menos existem fatos que mostram completamente o oposto. Tenho grande respeito (por Lewis)”, afirmou Alonso, às vésperas da etapa em Zandvoort neste fim de semana.

“Lewis é um campeão, ele é uma lenda do nosso tempo. Então quando você diz algo, e lamento repetir isso, mas quando fala algo contra um piloto britânico, há um grande envolvimento da mídia. Eles têm dito muitas coisas sobre Checo (Sergio Pérez), Carlos (Sainz) e eu mesmo. Se você fala algo para um piloto latino, é divertido. Quando diz para os outros, é mais sério. Mas de qualquer forma eu peço desculpas. Não estava pensando no que eu disse”, completou.