O presidente da Associação de Futebol Argentino (AFA), Claudio Tapia, anunciou nesta segunda-feira (27) o fim da temporada do futebol no país, que tem os mesmos moldes do calendário europeu.

Com isso, ficou a dúvida sobre as vagas argentinas à Copa Libertadores de 2021. O jornal Olé apontou alguns cenários.

Presidente da AFA, Claudio Tapia | Foto AFA

De acordo com o veículo, podem ser somados os resultados da Copa da Superliga (que sequer teve a primeira rodada completa) ao do Campeonato Argentino, que já havia terminado com o Boca Juniors como campeão.

Assim, Boca, River Plate, Racing e Argentinos Juniors garantiram a classificação para Libertadores.

Há ainda duas vagas restantes, que, de acordo com o Olé, ficariam com o vencedor da Copa Argentina e com o ganhador de um torneio-relâmpago, previsto entre setembro e dezembro.

O jornal ainda apontou um cenário para caso o futebol não volte até o fim do ano. Os dois lugares vagos na Libertadores iriam para o quinto e o sexto da classificação geral, que seriam Vélez e San Lorenzo.

Tapia ainda decretou que não haverá rebaixamento nos próximos dois anos na Superliga Argentina.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul