Figueirense volta suas atenções para a justiça desportiva nesta quinta-feira (9), quando o caso do WO ocorrido em Cuiabá, em 2019, durante a disputa da Série B, será julgado em definitivo pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O Londrina é o autor da ação e se beneficiaria com uma eventual punição e perda de pontos do Alvinegro, pois o manteria na Série B e rebaixaria os catarinenses à Série C.

Em dezembro, o STJD acatou uma medida cautelar do clube paranaense e a CBF não homologou o rebaixamento até a solução do impasse. Falta agora julgar o mérito.

O clube paranaense terminou em 17º com 39 pontos, contra 41 do Figueirense, que se salvou matematicamente em 16º.

O caso está na pauta da primeira sessão de 2020 do STJD, no Rio de Janeiro, que começa às 11h e tem outros dez processos na pauta.

Primeiro julgamento

O WO foi a julgamento no STJD em outubro. Os auditores decidiram pela multa ao Figueirense em R$ 3 mil. A CBF chegou a retirar mais três pontos do clube na tabela, mas posteriormente os devolveu com o aval do tribunal. São exatamente esses pontos que estarão em disputa no tribunal.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger