Ex-técnico da base do Juventus, Gabriel David assume a função deixada por Mateus Silva no Leão | Foto Divulgação
Ex-técnico da base do Juventus, Gabriel David assume a função deixada por Mateus Silva no Leão | Foto Divulgação

O Sport Club Jaraguá já tem substituto para o técnico Mateus Silva, que deixou o clube no fim do ano passado para trabalhar nas categorias de base de um clube de Portugal.

Com passagem pela equipe Sub-15 do Juventus no ano passado, Gabriel Montes David firmou vínculo com o Leão e chega com a missão de levar o time à Série B do Campeonato Catarinense.

Treinador comandou a base do Moleque Travesso em 2018 | Foto Divulgação

O comandante de 37 anos já iniciou os trabalhos no estádio do Botafogo, com as avaliações para formação das equipes de base. No momento, o principal foco é a montagem do Sub-20, que disputará o Estadual e torneios da Liga Jaraguaense de Futebol.

“Esse campeonatos vão servir para dar rodagem aos meninos, que serão a base do profissional na Série C. Então quero vivenciar esse momento para que eles cheguem mais prontos no Estadual”, disse.

Natural de Florianópolis, Gabriel David trabalha junto a comissões técnicas há 13 anos. Tudo começou em 2006, quando foi preparador de goleiros do Sub-9 ao Sub-13 do futsal da Chapecoense.

Ainda em Chapecó, virou auxiliar do Marista Futsal em 2010 até se efetivar como técnico no ano seguinte, pelo Sub-15 e Sub-17 do Oeste.

Depois, ele acumulou passagens na base do Talentos, Escola de Futebol Social, Amigos Chapecó, Blumenau – este também como auxiliar do profissional -, Juventus e núcleo da escola de futebol do Grêmio, em Chapecó.

Como auxiliar, Gabriel foi campeão da Série C do Catarinense com o BEC | Foto Divulgação

Agora, Gabriel David encara o Jaraguá como sua primeira experiência de técnico principal em um time profissional e espera ter sucesso com sua ideologia de trabalho, pouco comum nos dias de hoje, conforme ele mesmo destaca.

“Sou um treinador que mescla muito o moderno com o passado. Minha maior inspiração é a seleção de 82, que foi o melhor que o futebol já teve. Acredito que o futebol tenha que ser jogado com a bola, porque quando mais você possuir ela, menos tem que correr atrás”, relata.

LEIA TAMBÉM: Sem irregularidades, alojamento do SC Jaraguá é liberado pelos bombeiros militares

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?