Quem passa pelo simpático Pedro Gael pode nem imaginar, mas apesar do tamanho e da pouca idade o joinvilense, de 8 anos, é um gigante das pistas e vem conseguindo bons resultados em competições regionais e nacionais de skate. No ano passado, ele ficou em sétimo lugar na modalidade pool, oitavo na categoria bowl e 11º na banks no Campeonato Brasileiro de Skate. Agora, o garoto se prepara para iniciar as competições de 2018, que começam no dia 28 de abril, em Guaratinguetá (SP). Mas o sonho de se tornar uma atleta profissional tem esbarrado na falta de patrocínio.
Quer receber as notícias do Jornal de Joinville no WhatsApp? Basta clicar aqui
Desde quando o skate surgiu em sua vida, há cerca de dois anos, Pedro tem desenvolvido seu talento com a ajuda e patrocínio dos pais. Mas os altos custos para treinar e participar das competições tem pesado no orçamento familiar. Algumas vezes, a família não tem conseguido levar o jovem atleta às competições. “Joinville não tem uma pista específica para as modalidades que o Pedro atua. A pista mais próxima fica em Itajaí e Florianópolis. Todo fim de semana pegamos a estrada para ele poder treinar, geralmente na Capital. Lá, ele conta com o apoio de excelentes profissionais que ajudam a desenvolvê-lo no esporte. Mas os custos têm sido altos, por isso, precisamos de patrocínio”, comenta o publicitário Enaldier Araújo, pai de Pedro.
No ano passado ele ficou em sétimo lugar na modalidade pool, oitavo na categoria bowl e 11º na banks no Campeonato Brasileiro de Skate
Além dos gastos com treinamento, a família do garoto ainda precisa bancar as viagens às competições que ocorrem em todo o Brasil. “A gente tenta economizar como pode para fazer com que ele vá às competições com o menor custo possível. Mas, nem sempre a grana é suficiente. No ano passado, ele não conseguiu participar de algumas etapas do campeonato por falta de recursos. A cada competição gastamos em média R$ 2 mil, com inscrição, alimentação, despesas de viagem e hospedagem”, acrescenta Enaldier Araújo.
O pai de Pedro Gael diz ainda que no Brasil há bastante garotos do skate com a mesma idade e talento de Pedro, mas a dedicação do menino e o bom desempenho tem feito de Pedro uma grande promessa para o esporte. "Ele é o único de Joinville a participar do Campeonato Brasileiro, na categoria infantil", finaliza Araújo.
Aos oito anos, Pedro Gael sonha em se tornar atleta profissional
No dia 28 de abril, no interior de São Paulo, Pedro vai competir na modalidade bowl, depois, nos dias 5 e 6 de maio, em Garopaba (SC) ele concorre na primeira etapa da modalidade pool. “Tenho treinado bastante, e estou animado com as provas que se aproximam. Nesse ano, tenho muito para evoluir durante o Brasileiro”, diz o skatista de oito anos.
"Gostaria de ser um profissional, aprender e me divertir muito com o skate. Para isso preciso do patrocínio, de ajuda de alguma marca ou empresa da minha cidade que acredite neste sonho. Se alguém puder ajudar, vai ser legal”, convida Pedro.
Quem quiser mais informações de como ajudar ou patrocinar o atleta pode entrar em contato com a família, pelo telefone 47/99146-5533 ou pelo e-mail enaldieraraujo@gmail.com.