Definidas as finais da do Torneio Profissional de Tênis em Cadeira de Rodas da Semana Guga Kuerten 2018, que prossegue até o próximo (21). No masculino, o chileno Alexander Cataldo enfrenta o espanhol Daniel Caverzaschi, e, no feminino, a alemã Katharina Kruger encara a colombiana Angelica Bernal.

As finais das duas principais categorias acontecem na manhã deste domingo (14) nas quadras Jurerê Sports Center (Jusc), no bairro de Jurerê Internacional, em Florianópolis.

A maior competição profissional do Tênis em Cadeira de Rodas da América Latina soma pontos no ranking da ITF. O torneio reuniu 57 atletas de nove países, em busca da premiação de R$ 85 mil. Para avançar à decisão, Cataldo superou o principal favorito ao título, o argentino Agustin Ledesma, número 14 do mundo.

Chileno Alexander Cataldo está na final | Foto Hermes Bezerra/Divulgação

Em um jogo definido nos detalhes, Cataldo precisou do tie breake para vencer o primeiro set, em 7/6 (5). No segundo, o chileno soube conter a reação de Ledesma, para fechar em 7/5. Se vencer a final, Cataldo recebe 195 pontos no ranking ITF, e deve ganhar posições no ranking. Atualmente ele ocupa a 27ª posição.

Na outra semifinal, Caverzaschi, 16º da ITF, derrotou o número 1 do Brasil de virada. No jogo mais emocionante do campeonato até o momento, o espanhol bateu Daniel Rodrigues, 21 do ranking mundial, em 4/6, 6/3 e 7/6.

Espanhol Daniel Caverzaschi também está na decisão | Fotos Hermes Bezerra/Divugação

Entre as mulheres, deu a lógica, e as duas principais favoritas decidem o título. Cabeça-de-chave número 1, Katharina, que venceu a brasileira Meyricoll Duval em 6/0 e 6/3, enfrenta Bernal, cabeça 2, que bateu a chilena Macarena Cabrillana, por 6/1 e 6/4.

Brasil e Japão disputam título da Quad

Na Quad, Ymanitu Silva carimbou passaporte para a final ao derrotar Julio Rueda, da Guatemala, em dois sets. Em busca do quarto título de simples da Semana Guga Kuerten, o tenista catarinense encara a japonesa Mika Ishikawa, que venceu o chileno Pablo Araya em dois sets. Essa categoria, para atletas com deficiência em três ou mais extremidades do corpo, é aberta aos homens e mulheres.

Catarinense Ymanitu Silva disputa final na categoria Quad | Foto Hermes Bezerra/Divulgação

Ymanitu venceu Rueda em dois sets, parciais de 6/3 e 7/5. Agora encara Ishikawa na decisão de amanhã de olho no tetra e na preparação para os Jogos Parapan-americanos de 2019, no Peru.

“Uma final na Copa Guga Kuerten é sempre importante para aumentar o nível técnico, serve de preparação e motivação para os desafios do próximo ano” destaca o oitavo melhor do ranking mundial, e o número 1 do Brasil na Quad. “Em especial o Parapan de Lima”.

Domingo aponta classificado à Copa Infantojuvenil

 

Domingo (14) fecha o torneio qualificatório da Copa Guga Kuerten Infantojuvenil | Foto Hermes Bezerra/Divulgação

Além das decisões da 8ª Copa Guga Kuerten em Cadeira de Rodas, o domingo marca as finais do Tennis Kids que concentrou 316 atletas, da Copa da Federações de Beach Tennis e os vencedores do torneio qualificatório da Copa Guga Kuerten Infantojuvenil.

E, a partir de segunda-feira (15), tenistas de todo o país entram em quadra na disputa da chave principal da Copa Guga Kuerten Infantojuvenil, competição que vale pontos no ranking da CBT (12 anos), do COSAT (14/16 anos) e da ITF (18 anos).

Na categoria 14 anos, os atletas disputam a oportunidade de participar da última etapa do Le Mondial Lacoste, em Londres, que acontece antes das finais do ATP World Tour Finals. E na 16 anos, os campeões (masculino e feminino) ganham o wild card para competir no Le Petit As, em Tarbes (na França), um dos principais torneios juvenis da Europa.

Os últimos três dias da Semana, concentram os jogos da Copa Guga Kuerten de Beach Tennis, o Festival Escolinha Guga de Minitênis, no sábado (dia 20), com caráter recreativo para crianças de 4 a 10 anos, organizado pela equipe da Escola Guga, além das finais do 12, 14, 16 e 18 anos da Copa Guga Kuerten Infantojuvenil.
 

Quer receber as notícias no WhatsApp?