A Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul nomeou Cleide Mosca como a nova secretária de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) do município. A publicação foi feita na noite de terça-feira (13) no Diário Oficial, assinado pelo prefeito Antídio Lunelli.

Aos 52 anos, Cleide substitui Natália Lúcia Petry que estava no cargo desde 2017 e pediu exoneração para concorrer ao pleito de outubro.

Natural de Luiz Alves, a nova gestora da pasta reside em Jaraguá do Sul desde 1986, ano em que passou a fazer parte da equipe de voleibol, sendo atleta da cidade até 1989.

Durante esse período, Cleide iniciou sua vida profissional como professora de educação física e prestou concurso para a Prefeitura jaraguaense, onde permanece até hoje.

Cleide substitui Natália Lúcia Petry (E) | Foto Divulgação/Secel

Especializada em Educação Psicomotora e Gestão Estratégica em Comunicação e Eventos, ela iniciou sua trajetória como dirigente na extinta FME (Fundação Municipal de Esportes) em 1997 e ocupa cargos de chefia/diretoria na pasta desde então.

Na atual gestão, foi convidada por Natália Petry para ser gerente de esportes e passou pela diretoria de esportes, antes de virar a nova secretária da Secel.

“Assumir o cargo de Secretária Municipal acredito ser uma honra para qualquer pessoa. No meu caso, vem coroar uma vida dedicada ao serviço público, uma caminhada construída com muita dedicação e profissionalismo”, destaca.

O mandato de Cleide Mosca, que também preside o Conselho Municipal de Desportos, vai até o fim de 2020.

Dificuldades em meio a pandemia

Se assumir a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer já é naturalmente uma grande responsabilidade, Cleide Mosca terá que encarar outro desafio árduo logo no início da gestão.

Com a pandemia do novo coronavírus, todas as atividades da pasta estão suspensas, sendo necessário a adaptação às diretrizes traçadas pelo Governo do Estado e Prefeitura Municipal.

“Temos trabalhado incansavelmente em busca de um ponto de equilíbrio entre o cumprimento dessas normas emergenciais e a manutenção de nossos programas voltados à população”, declara Cleide.

Cleide Mosca também preside o Conselho Municipal de Desportos | Foto Divulgação

Para amenizar a crise, a secretária apontou a utilização da tecnologia e criatividade.

Na área desportiva, por exemplo, os técnicos estão passando os exercícios funcionais, visando principalmente a manutenção da forma física dos atletas, além da busca de novos conhecimentos através de leitura e debates virtuais.

As aulas virtuais e solicitação de vídeos aos alunos se repete entre os técnicos culturais, que já se adaptaram as vídeoaulas.

“Em 2017 tínhamos um grande desafio que era estruturar a Secel. À época encontramos muitas dificuldades, principalmente orçamentárias, assim como toda a administração. Com uma equipe muita reduzida, mas dedicada e qualificada, conseguimos gradativamente recompor o orçamento, manter o calendário tradicional de ações e criar novos projetos. Vamos trabalhar pela manutenção de todas estas conquistas”, afirma.

Modificações no calendário

Outra dificuldade prevista para temporada da Secel, talvez a maior delas, é o calendário. Com a paralisação, praticamente todos os eventos precisarão ser modificados.

Segundo Cleide Mosca, ainda não há uma definição concreta sobre as mudanças, já que a pasta depende das determinações dos órgãos oficiais.

Porém, adiantou que alguns eventos precisarão ser adiados para o segundo semestre e outros poderão ser realizados virtualmente, caso do 3º Festival de Cinema de Jaraguá do Sul.

“A Cultura e o Esporte não vão ficar parados. O maior prejudicado no momento é o Lazer comunitário, devido à impossibilidade de liberarmos os locais para a população. Mas vamos torcer para que todo este problema passe logo e que possamos realizar grandes eventos”, finaliza.

Histórico de Cleide na pasta

  • Em 1997 foi convidada pelo Prof. Silvio Celeste para fazer parte da Diretoria da Fundação Municipal de Esportes como Diretora Administrativa, cargo exercido até 2000
  • De 2001 a 2004 exerceu o cargo de Diretora de Promoção de Eventos
  • Em 2008 foi convidada pela Profa. Natália Lúcias Petry para trabalhar no setor administrativo da Fundação Cultural
  • De 2009 a 2012 foi nomeada como Supervisora de Esporte Amador, onde coordenava os Jogos Escolares e Comunitários
  • Em 2013 foi Subgerente do Centro de Referência ao Idoso, coordenando o setor de Educadores Fisicos e os Jogos Integrativos da Terceira Idade
  • Em 2015 e 2016 trabalhou no setor administrativo e financeiro da Secretaria de Assistência Social
  • De 2017 a 2020 exerceu as funções de gerente e diretora de esportes, até virar secretária de Cultura, Esporte e Lazer

 

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger