Depois de completar o nono jogo sem vitória na Série B do Campeonato Catarinense, a diretoria do Sport Club Jaraguá decidiu mudar novamente o comando da equipe. Na manhã de ontem (4), o presidente Valdemir da Silva anunciou a saída do técnico Rodrigo Cascca, que chegou ao clube a menos de um mês, no dia 13 de setembro, no lugar de Michael Neves, que permaneceu no cargo até a última rodada do turno do Estadual. Ao ser contratado com a missão de buscar uma recuperação imediata na competição, Cascca não conseguiu quebrar a sequência incômoda sem triunfos e durou apenas três partidas no comando do Leão do Vale, que segue ameaçado de rebaixamento à terceira divisão do futebol catarinense. O agora ex-treinador somou duas derrotas (para Juventus e Porto) e um empate (contra Operário de Mafra), resultando em um aproveitamento de 11%. Acima dos resultados, o desempenho do time na derrota por 3 a 0, diante do Porto – adversário direto na briga contra a degola – no último sábado (1), pesaram na decisão, conforme Da Silva. “Os resultados não foram positivos. Mesmo jogando bem nas derrotas para o Juventus e no empate contra o Operário, o resultado negativo para o Porto foi o pior de tudo ao perder por 3 a 0, sendo que poderia ter sido mais. Então avaliando esses três jogos, tomamos uma posição de fazer algumas mudanças, além de reduzir gastos”, disse o mandatário, que pretende anunciar o novo treinador até o fim da tarde de hoje. “O substituto ainda estamos decidindo, mas a escolha deve envolver alguém que já tenha uma ligação com o clube”, completou. Com contrato vinculado junto ao Toledo, do Paraná, Cascca se disse surpreso pela saída repentina do Jaraguá e destacou que a intenção era terminar a temporada como técnico da equipe. “Eu tenho contrato com o Toledo, mas com o convite feito me coloquei a disposição para ajudar o Jaraguá. Eu queria ir até o final, até porque não podemos ser covardes ao tamanho de perder um jogo e pedir para sair. Mas o presidente me procurou via telefone e falou que as condições financeiras do clube não são boas, que seria difícil me manter, além do resultado ruim que tivemos contra o Porto. Na verdade, não tenho muito o que falar, ele (Da Silva) simplesmente me deu essas explicações e agradeceu pelo meu trabalho”, afirmou. Além do treinador, o preparador físico Luiz Rodrigo e o goleiro André também não fazem mais parte do elenco, retornando ao próprio Toledo para iniciar a preparação ao Campeonato Paranaense do ano que vem. No momento, o Leão do Vale ocupa o penúltimo lugar na tabela de classificação da Série B, com sete pontos, apenas três na frente do Porto União que é o lanterna. O próximo compromisso do time no Estadual será neste sábado (8), quando enfrenta o Barra, fora de casa.