Publicidade

Retorno marcante! Equipe de Jaraguá conquista quatro medalhas no Sul-Americano de Atletismo

Compartilhar
Bruna Rigo foi campeã no salto com vara | Foto Divulgação
Bruna Rigo foi campeã no salto com vara | Foto Divulgação

A volta do atletismo de Jaraguá do Sul a uma competição internacional após 11 anos foi em grande estilo. Mais do que figurar novamente em um evento fora do Brasil, a equipe jaraguaense retorna do Grand Prix Sul-Americano, disputa em Montevidéu, no Uruguai, com quatro medalhas conquistadas, sendo duas de ouro, uma de prata e uma de bronze.

Ao lado do blumenauense Pedro Honorio (D), atletas de Jaraguá do Sul, Jimmy Lopes (E), Abel Curtinove e Eliel Abner ficaram com o bronze no revezamento 4x100m | Foto Divulgação

No masculino, o grande nome ficou por conta de Abel Curtinove. Além de acompanhar seus atletas, o treinador recém contratado pelo Bolsa Técnico de Jaraguá mostrou mais uma vez ser um dos principais atletas brasileiros do salto com vara.

Com a marca de 5,20m, Curtinove sagrou-se campeão da prova e atingiu o índice para o Pan-Americano.

Como se não bastasse, ele ficou com um bronze no revezamento 4x100m, ao lado dos seus pupilos Jimmy Lopes e Eliel Abner, e do blumenauense Pedro Honorio.

Jimmy, aliás, também chegou ao pódio de forma individual ao ser vice-campeão do salto em altura, com 1,95m, sua melhor marca na carreira. Já Eliel competiu nos 400m com barreiras, mas não medalhou.

Jimmy Lopes (à esquerda no pódio) levou sua primeira medalha em um evento internacional | Foto Divulgação

No feminino, Bruna Rigo era a única representante jaraguaense, e, logo de cara, dá esperanças de que virá uma temporada recheada de conquistas. Com 3,30m no salto com vara, a atleta faturou a medalha de ouro.

“É o primeiro sul-americano que eu participo e foi uma experiência bacana para saber como é uma competição fora do país”, comentou Bruna.

Com o fim das disputas neste domingo (24), o técnico Abel Curtinove destacou o bom desempenho dos atletas no Sul-Americano, que teve a participação de 10 equipes de oito países.

“Fiquei muito feliz com os resultados. Foi uma conquista muito importante e eles superaram as minhas expectativas. Eu achava que o nervosismo e a ansiedade em uma competição desse porte, com bastante renome na América do Sul, ia pesar um pouco. Mas vi um bom equilíbrio emocional deles e as medalhas foram muito importantes”, declarou.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?

Compartilhar

Receba em primeira mão nossas notícias!

Participe de nossos grupos: