Estimular a aproximação entre os torcedores e o clube é uma das atribuições do projeto de consulados, realizado pelo Criciúma. Na tarde da última sexta-feira (07/10), cônsules representantes de oito cidades receberam o certificado das mãos do presidente Vilmar Guedes, no estádio Heriberto Hülse.

 

Os consulados são um canal oficial de comunicação de seus integrantes com o Criciúma Esporte Clube. Os cônsules e consulesas vão representar os associados do clube em determinada cidade ou região.

 

“O objetivo é aproximar o clube e a comunidade local, além de promover diversas atividades, como campanhas para a captação de novos sócios, participação em campanhas sociais junto às entidades assistenciais locais, realização de promoções e eventos ligados ao clube no município, dentre outras atribuições”, afirmou o diretor jurídico do Criciúma, Rodolfo Moretti.

 

Os primeiros núcleos estão presentes nas cidades de Araranguá, Blumenau, Cocal do Sul, Içara, Jaguaruna, Lauro Müller, Meleiro e Orleans.

 

“Estou muito feliz e grato por representar esse grande clube. Frequento os jogos do Criciúma há muitos anos e acompanho o time em vários jogos em outras cidades, sempre apoiando e torcendo”, destacou Lucimar Florentino, representante do Consulado em Cocal do Sul.

 

O QUE É PRECISO PARA SER CÔNSUL OU CONSULESA?

1. Ser sócio em dia do Criciúma EC há pelo menos 6 meses (patrimonial ou torcedor);

2. Ser maior de 21 anos;

3. Reunir pelo menos 10 associados no mesmo núcleo;

4. Título concedido de forma temporária, pelo mesmo período da gestão da Diretoria Executiva, deve ser renovado a cada final de gestão;

5. Pode ser reconduzido ao cargo de forma subsequente;

6. Residir na cidade/região que irá representar;

7. Apresentar um plano de ação para a região de atuação;

8. Ser identificado com o Criciúma EC e bem-conceituado na comunidade;

Se você tem interesse em estabelecer um Consulado do Criciúma em sua cidade ou região e segue os requisitos acima, mande um email para marketing@criciuma.com.br.