Após a eliminação na Pré-Libertadores para o Independiente del Valle na noite de quarta-feira (14), o técnico Renato Gaúcho pediu demissão do Grêmio.

Isolado em um hotel por estar com Covid-19, o treinador comunicou sua decisão ao presidente Romildo Bozan por telefone nesta quinta-feira (15).

Ídolo do clube, Renato Gaúcho havia renovado seu contrato há pouco mais de um mês e era o técnico mais longevo do futebol brasileiro.

Em sua terceira passagem pelo Tricolor gaúcho, ele conquistou os títulos da Copa do Brasil de 2016, Libertadores de 2017, Recopa Sul-Americana em 2018, Recopa Gaúcha em 2019, além das últimas três edições do Campeonato Gaúcho.

Agora, o treinador Thiago Gomes, da equipe sub-21, será o comandante nas próximas partidas. Fora da Libertadores, o Grêmio disputará a Copa Sul-Americana.

O time caiu no Grupo H, ao lado de de Lanús-ARG, La Equidad-COL e Aragua-VEN - apenas o primeiro do grupo se classifica para a fase eliminatória.