A competição off-road mais importante do Brasil, o Rally dos Sertões, fechou sua 28ª edição no último sábado (7).

E um representante de Jaraguá do Sul garantiu uma posição de destaque no evento, que teve percurso de 4.562km, iniciando em São Paulo e passando por Brasília, Goiás, Tocantins até a chegada em Barreirinhas, no Maranhão.

Natural de São Bento do Sul, mas cidadão jaraguaense há quatro anos, Luis Felipe Eckel foi vice-campeão da categoria Carro Protótipos e ficou em 11° lugar geral da prova, ao lado de Rodrigo Aché, do Rio de Janeiro.

“O resultado foi muito bom e acima do esperado, porque foi o primeiro Rally dos Sertões do Rodrigo. Nossa expectativa inicial era ficar entre os 20 primeiros no geral e entre os cinco melhores da categoria. Então foi ótimo”, destacou Eckel.

Eckel (primeiro da esquerda para direita) no pódio do evento | Foto: Divulgação

História no automobilismo

Com grande influência do pai, Luis Felipe Eckel é apaixonado por automobilismo desde muito novo e teve seu primeiro contato com um volante através do kart.

O rally entrou na vida do piloto, aos 11 anos, quando começou a participar de provas de regularidade. A partir daí, não parou mais.

Aos 16 anos, passou a disputar o rally cross country, categoria que está até hoje, juntamente com alguns eventos de rallys de velocidade.

Carro do jaraguaense durante o Rally dos Sertões 2020 | Foto: Divulgação

Só no cross country, já são mais de 200 provas finalizadas e alguns títulos relevantes como um bicampeonato da Mitsubishi Cup (2015 e 2020), Sul-Americano de Rally Cross Country (2018 - categoria UTV), Rally Internacional de Erechim (2018 - cat. RC4) e Brasileiro de Rally de Velocidade (2017 - cat. RC5).

No Rally dos Sertões, essa foi a sua 11ª participação, sendo que já foi campeão em 2011, na categoria Production, e em 2013, na Pró Brasil.

“Fico muito contente em participar da prova. Este é o principal rally do ano, pois é a segunda maior prova do mundo deste tipo e a maior no brasil. Aguardo e me preparo para ela o ano inteiro”, declarou.

Além da presença anual no Rally dos Sertões, o engenheiro e empresário revelou um sonho ainda não conquistado na categoria. “Sonho um dia em correr o Mundial de rally cross country”, finalizou Eckel.

 

Telegram Jaraguá do Sul