No último mês de abril, conhecemos os conflitos que farão parte da terceira fase da Copa do Brasil. Ainda que continuemos em um ano com um calendário atípico, os times parecem estar mais preparados nessa temporada para uma grande maratona de jogos, o que pode significar confrontos mais interessantes e, quem sabe, mais emocionantes.

Dos 16 confrontos, podemos destacar alguns dos mais interessantes, como Palmeiras X CRB, onde o atual campeão estreará não apenas para defender o título, mas também para provar que pode manter o bom futebol nessa temporada, principalmente depois de o verdão ter perdido os títulos da Recopa Sul-americana para a equipe argentina Defensa y Justicia e da Supercopa do Brasil para o Flamengo. O Palmeiras é tido como o favorito no confronto, mas o CRB que vem de uma boa Copa do Nordeste pode surpreender.

O jogo do Flamengo, aliás, também será uma boa prova de que o atual campeão brasileiro e o time considerado como o melhor do Brasil nos últimos anos continua em boa fase. O rubro-negro enfrentará o Coritiba em casa e é tido como o grande favorito.

Outro time que aparece como um dos favoritos para o título é o São Paulo, que enfrenta o 4 de Julho-PI e vem de um jejum sem levantar nenhum troféu desde 2012, quando conquistou a Copa Sul-americana em cima do Tigre, da Argentina. O torcedor tricolor não tem tantas esperanças de vencer desde aquela temporada. Não é à toa, já que o técnico Hernán Crespo tem realizado um bom início de trabalho, levando a equipe a ter a ter ótimos resultados no campeonato paulista.

Desafio para os catarinenses

No que diz respeito aos times catarinenses, pelo menos dois terão grandes desafios pela frente. O Criciúma, que venceu a Ponte Preta nos pênaltis na rodada passada, agora busca reestruturar o time após a queda para a segunda divisão do campeonato catarinense. O obstáculo dessa vez, porém, é muito maior, uma vez que seu adversário será o América-MG, que vem de uma grande temporada na série B e também de uma ótima campanha na Copa do Brasil 2020 – foi eliminado pelo o Palmeiras na semifinal. Com a equipe quase toda mantida, assim como o comando do técnico Lisca, o América-MG é, sem dúvidas, favorito no confronto.

O Avaí também não terá vida fácil, uma vez que enfrentará a poderosa equipe do Athletico. O equilíbrio aqui, porém, é um tanto maior. Os leões vêm de uma série de boas atuações no Campeonato Catarinense, enquanto a equipe paranaense ainda não jogou com o time titular nesta temporada (o Athletico costuma utilizar o estadual para fazer laboratório). Mesmo que não venha da melhor de suas temporadas, o Athletico ainda é favorito no confronto, mas os jogos prometem emoção.

Já a Chapecoense, time de melhor campanha e o único catarinense na série A do Campeonato Brasileiro, chega com muita moral para enfrentar o ABC-RN. O time Potiguar, porém, vem com moral após eliminar o Botafogo na segunda fase. Ainda assim, a Chapecoense é a atual campeã da série B e mantém uma equipe bem estruturada. Portanto, a Chape é a grande favorita do confronto.

O futebol é, de fato, um esporte imprevisível, mas isso não impede que análises possam ser feitas a partir da observação da proposta de cada time e do momento que cada equipe vive. Seja para quem quer acompanhar seu time do coração, para quem deseja fazer apostas esportivas, ou apenas para aqueles que amam o futebol e acompanham os resultados dos principais campeonatos, esse tipo de análise sobre como poderá ser cada jogo é importante.

É claro que, na hora do jogo, a história é outra. E quando um time contraria todas as expectativas é quando sentimos a verdadeira emoção do futebol. Mas sem todas essas surpresas, qual seria a graça de torcer?