Presidente de Federação não renuncia e diz que beijo em jogadora foi consentido; atleta desmente

Foto: Reprodução/Sportv

Por: Lucas Pavin

25/08/2023 - 18:08 - Atualizada em: 25/08/2023 - 18:44

Em Assembleia-Geral Extraordinária da Federação Espanhola de Futebol (RFEF) nesta sexta-feira (25), Luis Rubiales disse que foi consentido o beijo na boca dado na jogadora Jennifer Hermoso, durante a premiação do título da Espanha na Copa do Mundo Feminina.

Além disso, o dirigente de 45 anos afirmou que não vai renunciar ao cargo. Ele tem mandato até 2024.

“Me disseram que o melhor é que renunciasse. Tem que haver um motivo para te tirarem de um lugar. Um selinho consentido é para me tirar daqui? Quem me conhece sabe que iremos até o fim. Espero que a lei seja cumprida”, disse.

“Me disseram que o melhor é que renunciasse. Tem que haver um motivo para te tirarem de um lugar. Um selinho consentido é para me tirar daqui? Quem me conhece sabe que iremos até o fim. Espero que a lei seja cumprida”, acrescentou.

Momentos depois, a atleta rebateu o mandatário e declarou que o beijo não foi consentido. “Quero esclarecer que, tal como visto nas imagens, em nenhum momento consenti o beijo que ele me deu. Não tolero que coloquem em dúvida minha palavra, muito menos que se inventem palavras que eu não disse”, declarou.

Sem a renúncia, o Conselho Superior do Esporte da Espanha apresentou uma denúncia contra Rubiales e o governo espanhol fez o pedido formalmente ao Tribunal Administrativo do Esporte (TAD) da Espanha para suspender o presidente.

Além disso, as jogadoras da seleção espanhola emitiram um comunicado anunciando um boicote das próximas convocações no caso da permanência “dos atuais dirigentes” da federação do país.

“Depois de todo o acontecido durante a Copa do Mundo Feminina, queremos manifestar que todas as jogadoras que assinam o presente comunicado não voltarão a uma convocação da seleção se continuarem os atuais dirigentes”, diz uma parte do texto.