Em reunião virtual junto aos presidentes dos clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, assegurou que os campeonatos de futebol não serão paralisados no país.

A grave situação no Brasil por conta da pandemia do novo coronavírus fez alguns governadores proibirem temporariamente a realização de jogos de futebol. Porém, Caboclo garantiu que os torneios vão continuar.

“Eu vou mandar no futebol brasileiro e vou determinar que vai ter competição. Porque vocês estão f... se não tiver. Eu assumo o ônus por todos vocês”, disse Caboclo aos presidentes de clubes.

Além disso, Caboclo revelou o posicionamento da Globo e os patrocinadores do futebol nacional, que também não querem a paralisação.

“Eu não abrirei mão, a não ser sob doutorado dos senhores, de jogar as competições nacionais, o que repercutirá nas internacionais e incorporará as estaduais... Então, por gentileza, vamos pensar agora: nós podemos parar o futebol? A Rede Globo não quer. Eu estou assegurando que não. Ninguém quer, seus patrocinadores não querem. E, se parar, sabe quando nós temos a segurança de dizer que a gente pode voltar? Nunca. No dia em que o governador do Mauricio disser que pode. No dia em que o prefeito de São Nunca disser que pode... Eu não vou estar à mercê de nenhum deles”, declarou.