Um período de readaptação. Assim pode ser considerada a primeira semana completa de treinos no Juventus após a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus.

Similar a um início de pré-temporada, os jogadores passaram por testes e trabalhos de condicionamento, todos cercados de restrições e cuidados, seguindo protocolo médico para minimizar o risco de contágio pela doença.

As atividades são em cargas moderadas neste primeiro momento, com fortalecimento gradual com o passar dos dias. Mas já foram suficientes para arrancar elogios da comissão técnica de Jorginho.

Segundo o preparador físico Jackson, os trabalhos têm sido satisfatórios e garantiu que a maior parte dos atletas voltaram em forma, com somente quatro jogadores apresentando um condicionamento físico um pouco abaixo dos demais.

“Dentro do que imaginávamos em encontrar os atletas após essa paralisação, eles voltaram bem. Estamos em uma situação atípica que nos prejudicou, mas os atletas estão se entregando e se dedicando muito no dia a dia. Essas boas respostas nos deixam com sentimento de que é possível chegar em boas condições quando voltar o campeonato”, disse.

Foto: Divulgação/Juventus

O técnico Jorginho também avalia esse período como atípico, mas ressaltou toda questão de readaptação, tanto dos atletas como da comissão.

“Tudo para nós é novidade. Fazer treino sem contato físico era impossível. Estamos aprendendo com o momento. Estamos treinando separadamente com o trabalho físico, como era antigamente” declarou.

Um dos seis clubes a retomar os treinos presenciais no Estado, o Moleque Travesso agora aguarda definição da Federação Catarinense para o retorno da Série A.

Sexto colocado na primeira fase, a equipe jaraguaense vai enfrentar o Figueirense nas quartas de final.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul