Após deixar a Unidade de Terapia Intensiva na terça-feira (14), Pelé precisou voltar à UTI do Hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP).

O quadro de saúde do Rei do Futebol segue estável, mas a medida foi tomada por precaução após ele ter um problema de refluxo na noite de quinta-feira (17).

O ex-jogador de 80 anos está internado desde o dia 31 de agosto, quando teve identificado um tumor no cólon, uma parte do intestino.

Ele passou por uma cirurgia no dia 4 de setembro para a retirada e ficou na UTI até a última terça.

Depois, seguiu recuperação no quarto e chegou a publicar texto em suas redes sociais se dizendo disposto "para jogar 90 minutos, mais a prorrogação".

“Meus amigos, a cada dia que passa eu me sinto um pouco melhor. Estou ansioso para voltar a jogar, mas ainda vou me recuperar por mais alguns dias. Enquanto estou por aqui, aproveito para conversar muito com minha família e para descansar. Obrigado novamente por todas mensagens de carinho. Logo mais estaremos juntos novamente!”, disse o tricampeão na mensagem.

O maior jogador de futebol da história vem enfrentando problemas de saúde após uma série de cirurgias no quadril, que causaram dificuldades de locomoção.