As equipes jaraguaenses não conseguiram vencer na segunda rodada do turno da Série B do Campeonato Catarinense. Na tarde de domingo (24), o Sport Club Jaraguá conheceu sua primeira derrota na competição ao ser superado pelo Operário de Mafra por 1 a 0, no Estádio João Marcatto, enquanto o Juventus somou seu primeiro ponto ao ficar no empate em 1 a 1 com o Porto, no Estádio Anchioto Pereira, em Porto União. SC Jaraguá 0x1 Operário Pelo lado do Leão do Vale, o técnico Michael Neves mandou a campo uma equipe com apenas uma alteração em relação a que venceu o Juventus na estreia, com a entrada de Marreta no lugar de Willian Dadá. No esquema 4-2-3-1, o time teve André; Maicon, Campestrini, Marcondes e Giovani; Jamaica, Nêgo, Heitor, Nando e Paulo Henrique; Marreta. O único gol da partida foi marcado por Tardelli, no fim da etapa inicial. “O primeiro tempo foi um pouco abaixo do que esperávamos e sentimos a forte marcação do Operário. O gol abalou a equipe e no segundo tempo coloquei um time mais ofensivo, mas não conseguimos o empate. É começo de um trabalho e não temos o que lamentar. O campeonato está muito equilibrado, não vai ter vida fácil e vamos trabalhar o psicológico dos atletas para recuperar na próxima rodada”, disse Neves. Com o revés, o Jaraguá estacionou nos três pontos e caiu para o quinto lugar na tabela de classificação. Já o Operário venceu os dois jogos disputados e é vice-líder. Agora, o time jaraguaense volta a campo no próximo domingo (31), quando enfrenta o Porto, às 15h, no Estádio Anchioto Pereira, em Porto União. Porto 1×1 Juventus Com seis atletas liberados no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, o técnico Eduardo Clara escalou o time titular do Juventus no 4-3-3 com Dida; Paulo Ricardo, Linno, Alex Amaro e Brenner; Baiano, Rodolfo e Max; Valber, Marcelo Quilder e Sabiá. Quem saiu na frente do placar foram os mandantes, aos 15 minutos do segundo tempo, com Pinna. Mas aos 24, Breno acertou um lindo chute no ângulo e deixou tudo igual, logo na sua estreia com a camisa tricolor. “Tivemos um problema de lesões, porque em três minutos disputados de partida perdi meu lateral-esquerdo (Brenner) e cinco minutos depois o lateral-direito (Paulo Ricardo). Tive que improvisar dois jogadores no setor e sofremos um pouco com isso. Mas a equipe foi valente, buscamos o empate e por todas as circunstâncias consideramos o empate um bom resultado”, avaliou Clara. Com o primeiro ponto somado na Série B, o Moleque Travesso subiu para a sétima colocação, enquanto que o Porto ocupa o nono lugar. Na próxima rodada, o Tricolor reencontra o seu torcedor no Estádio João Marcatto, onde encara o Concórdia, neste domingo (24), às 15h