Fazer história! É com este pensamento que os jogadores e a comissão técnica do Brusque Futebol Clube entram em campo neste domingo (21) para enfrentar a Juazeirense (BA), às 16h, no Estádio Augusto Bauer. Mais que a passagem para a semifinal da Série D do Campeonato Brasileiro, a partida vale uma vaga de acesso para a terceira divisão da competição nacional.

Por terem triunfado no confronto de ida por 1 a 0, os baianos jogam por um empate e, por isso, devem adotar uma postura mais defensiva. Já o Brusque precisa vencer por dois gols de diferença para comemorar a classificação. Em caso de vitória por apenas um gol de vantagem, a definição irá para a cobrança de pênaltis.

Dois fatores prometem ser grandes aliados do elenco brusquense na decisão: o apoio da torcida, que esgotou a carga de cinco mil ingressos, e o retrospecto recente atuando em casa. A equipe saiu vitoriosa nos cinco jogos que fez no Augusto Bauer pela Série D deste ano.

Se o Brusque tem 100% de aproveitamento em seu estádio, por outro lado a Juazeirense registra uma campanha fraca como visitante. Nas partidas que realizou longe de sua cidade, o time não ganhou de nenhum adversário. Foram três empates e duas derrotas até o momento na competição.

Para o confronto, o técnico Waguinho Dias deve fazer uma única mudança na escalação. O lateral-direito Edílson retorna após cumprir suspensão automática, substituindo Zé Mateus que atuou improvisado na Bahia.

Quer receber as notícias no WhatsApp?