O Palmeiras terá pela frente o Monterrey (México) ou o Al Ahly (Egito) na semifinal do Mundial de Clubes, que será disputado entre 3 e 12 de fevereiro do ano que vem, nos Emirados Árabes Unidos.

Os mexicanos venceram a Liga dos Campeões da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf), enquanto os egípcios levantaram o troféu mais importante da África na temporada.

O sorteio foi realizado nesta segunda-feira (29), na sede da Federação Internacional de Futebol (Fifa), em Zurique (Suíça).

As datas, horários e locais dos jogos ainda serão divulgados pela entidade. Apesar de o torneio ser em 2022, o vencedor será considerado o campeão mundial de 2021.

Do outro lado, o Al Jazira, que representa o país-sede como campeão nacional de 2021, abre o torneio contra o Auckland City (Nova Zelândia), indicado pela Confederação de Futebol da Oceania (OFC, sigla em inglês), após a Liga dos Campeões continental não ter sido realizada por conta da pandemia do novo coronavírus.

O vencedor encara, pelas quartas de final, o Al Hilal (Arábia Saudita), que ergueu a principal taça da Ásia. Quem levar a melhor enfrenta o favorito Chelsea (Inglaterra), campeão europeu, na semifinal.

Atual campeão da Libertadores, o Palmeiras disputa o Mundial pela terceira vez, sendo a segunda desde que a Fifa passou a organizá-lo.

Na estreia, em 1999, o Verdão foi superado pelo Manchester United (Inglaterra) por 1 a 0, na decisão em Tóquio (Japão).

Em fevereiro deste ano, mas pela edição 2020 do torneio, realizada no Catar, o Alviverde caiu na semifinal para o Tigres (México), também derrotado por 1 a 0.

No duelo pelo terceiro lugar, o adversário foi o Al Ahly, que pode novamente aparecer no caminho paulista. Após o empate sem gols no tempo normal, os egípcios venceram nos pênaltis.

*Com informações de Agência Brasil