Ao terminar o turno da Série B do Campeonato Catarinense em penúltimo lugar na tabela de classificação, com apenas duas vitórias e sete derrotas, a diretoria do Sport Club Jaraguá tomou as primeiras medidas para espantar a má fase da equipe. Em coletiva de imprensa realizada na manhã de terça-feira (13), no Mercure Hotel, o presidente Valdemir da Silva apresentou o novo técnico e sete jogadores, para buscar uma reviravolta na sequência do Estadual. Para o lugar de Michael Neves, que deixou o comando do time após a derrota sofrida para o Hercílio Luz, no último domingo (11), foi contratado Rodrigo Cascca, que tem contrato firmado com o Toledo (PR), mas fica no clube jaraguaense até o fim da temporada para auxiliar na briga contra o rebaixamento. Aos 37 anos, o treinador iniciou sua carreira no Atlético de Ibirama, passando depois pelo BEC, onde subiu da terceira para segunda divisão, Maringá, Operário, Iraty e Francisco Beltrão, até chegar no Toledo, clube que defende há um ano e meio e obteve grandes resultados, como o acesso à elite do futebol paranaense, em 2015, e a classificação às quartas de final do Estadual deste ano, quando acabou sendo eliminado pelo Coritiba. Rodrigo-Cascca-técnico-SC-Jaraguá-2016

Técnico Rodrigo Cascca acredita na recuperação do Leão do Vale na Série B. (Foto: Eduardo Montecino/OCP)

“Para mim é uma honra trabalhar no Jaraguá e aceitei o convite do presidente por gostar de desafios. Tenho boas informações do clube por conhecer o Luiz Rodrigo (preparador físico) e ter acompanhado a vitória na estreia do campeonato sobre o Juventus. O time tem potencial e sabemos que a situação na tabela é delicada, mas temos muito tempo para buscar uma recuperação e porque não sonhar com um acesso”, disse Cascca. Dentro de campo, a campanha insatisfatória no Catarinense também gerou mudanças. Os goleiros André e Jonathan, além do zagueiro Marcondes deixaram o clube nesta semana, e para reforçar o elenco visando o returno, foram trazidos sete novos nomes. Três deles chegam por empréstimo junto ao Angra dos Reis (RJ): os zagueiros Jeferson Natan, de 25 anos, e Josué, 21, e o meia Mateus Junior, 21. Com contrato vinculado ao Leão do Vale e por indicação do diretor de futebol, Fernando Sá, vieram o atacante Jonatan, 23, e os meias Leandro, 20, Guilherme, 24, e Thurran, 35. Este último é tratado como a grande esperança para evolução da equipe no returno. Formado nas categorias de base da Portuguesa (RJ), o atleta passou oito temporadas fora do país, carregando experiência do futebol da Suécia, Malásia, Vietnã, Armênia, Albânia, Grécia, Nicaragua e Alemanha, onde atuou no Borussia Dortmund. No Brasil, Thurran vestiu as camisas do Juventus (SP), América (RJ), e na atual temporada, defendeu o Gurupi, conquistando o título do Campeonato Tocantinense. À espera da regularização de suas documentações para estar a disposição do técnico Rodrigo Cascca, ele não escondeu a ansiedade em poder estrear pelo Jaraguá logo no clássico contra o Juventus, no próximo domingo (18), no Estádio João Marcatto. “Ficamos até apreensivos (estrear em um dérbi), mas é bom, futebol é um desafio e estamos acostumados com isso. Então vamos nos preparar taticamente e psicologicamente. Espero a liberação para poder estrear e ajudar a equipe a conquistar um resultado positivo contra o nosso rival”, destacou Thurran.