O Time Brasil segue conquistando bons resultados nos últimos dias das Olimpíadas de Tóquio. Os destaques da vez foram para duas modalidades.

Na canoagem velocidade, Isaquias Queiroz levou a medalha de ouro na prova do C1 1000m, com o tempo de 4m04s408.

Com as quatro medalhas em Jogos Olímpicos – ganhou duas pratas e um bronze na Rio 2016 -, ele se iguala a Serginho (vôlei) e Gustavo Borges (natação), e fica atrás apenas dos velejadores Robert Scheidt e Torben Grael, maiores medalhistas do país na história.

Já no boxe, Hebert Conceição foi campeão na categoria até 75kg. O brasileiro derrotou o ucraniano Oleksandr Khyzniak, campeão mundial de 2017, por nocaute no terceiro assalto e subiu ao lugar mais alto do pódio.

Quem não teve muito o que comemorar foi o vôlei masculino. Após perder para o Comitê Olímpico Russo na semifinal, a seleção foi superada na disputa do bronze pela Argentina por 3 sets a 2, parciais 25/23, 20/25, 20/25, 25/17 e 15/13.

É a primeira vez que o Brasil fica fora do pódio olímpico desde 2000. De lá pra cá, a seleção havia chegado à final em todas as edições.

Foto: Toru Hanai/Getty Images

O evento encerra neste domingo (8) e o Brasil tem chance de garantir mais três medalhas de ouro no futebol masculino, vôlei feminino e boxe feminino, com Beatriz Ferreira.