A noite de quinta-feira (29) e manhã de sexta (30) reservou bons e maus momentos para o Time Brasil nas Olimpíadas de Tóquio.

Entre os principais resultados, o boxeador Abner Teixeira venceu Hussein Iashaish, da Jordânia, e se classificou para as semifinais na categoria pesada, assegurando uma medalha.

Na próxima terça-feira, dia 3 de agosto, o brasileiro enfrenta o cubano Julio la Cruz. Se vencer, avança à final, e se perder, fica com o bronze.

Outro ótimo resultado veio no vôlei masculino. A seleção se recuperou da derrota para a Rússia e venceu o Estados Unidos por 3 sets a 1, parciais 30/32, 25/23, 25/21 e 25/20.

Com a vitória, o Brasil garantiu vaga antecipada às quartas de final. Antes, se despede da primeira fase, em jogo contra a França.

Foto: Toru Hanai/Getty Images

No futebol feminino, a seleção se despediu nas quartas de final. Após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, o Brasil perdeu nos pênaltis para o Canadá por 4 a 3 e teve que adiar mais uma vez o sonho do ouro olímpico.

O resultado também marca a despedida das Olimpíadas da geração de Formiga e Marta, medalhistas de prata em Atenas-2004 e Pequim-2008.

Na natação, Bruno Fratus vai à semifinal dos 50m livre, mesma prova que Etiene Medeiros acabou sendo eliminada na categoria feminina, assim como Guilherme Costa no 1.500m e o revezamento 4x100m medley.

Bruno Fratus | Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Já na estreia do atletismo, os brasileiros não tiveram sucesso e estão fora das finais em seis provas: 4x400m misto, salto triplo (Núbia Soares) e arremesso de peso (Geisa Arcanjo), 100m feminino (Rosângela Santos), 3.000m com obstáculos (Altobeli da Silva) e salto em altura masculino (Fernando Ferreira e Thiago Moura).

Quem “salvou” o primeiro dia da modalidade foi Alison dos Santos, que ficou em segundo na sua bateria do 400m com barreiras e avançou com tranquilidade para a semifinal da prova.

Foto: Lucy Nicholson/Reuters

No handebol masculino, a seleção venceu o clássico contra a Argentina por 25 a 23. Após três derrotas, esse foi o primeiro tirunfo da equipe, que segue com chance de classificação. Para isso, precisa vencer a Alemanha neste domingo, às 7h30.

Por fim, no judô, Rafael Silva perdeu para o georgiano Guram Tushishvili nas quartas de final da categoria acima de 100kg, enquanto Maria Suelen Altheman sofreu uma lesão e acabou sendo derrotada pela francesa Romane Dicko, também nas quartas da categoria acima de 78kg.