À beira da quadra estará uma novidade nas semifinais e finais da LNF 2022. O Vídeo Suporte foi aprovado para ser utilizado nas seis partidas restantes da competição após reunião das quatro equipes classificadas e o departamento técnico da LNF.

Seguindo a tendência de vários outros esportes, será a primeira vez que a ferramenta será usada em uma competição nacional, no intuito de solucionar dúvidas existentes em alguns lances das partidas, que podem deixar de ser observadas pela arbitragem devido à grande velocidade do jogo.

Fundamentalmente, a intenção com a nova prática é que árbitros e equipes se beneficiem de ter replays de vídeo disponíveis para quatro tipos específicos de incidentes:

  • Situações de gol/não gol
  • Incidentes de pênaltis
  • Cartões vermelhos diretos
  • Casos potenciais de equívoco de identidade

Em linhas gerais, cada treinador poderá lançar mão de um desafio por tempo de jogo. Se o pleito for positivo, ou seja, a decisão de quadra reformada após revisão do lance, o técnico tem preservado esse pedido. Em caso de insucesso, desperdiça a tentativa. Não há limite no número de desafios bem-sucedidos disponíveis para cada equipe.

Se o tempo extra (prorrogação) for jogado para determinar os vencedores da partida, cada equipe tem direito a um desafio adicional sem sucesso durante o tempo extra.

Importante destacar por fim que, mesmo após as revisões no Vídeo Suporte, os árbitros revisarão diretamente as imagens de replay e a ele, exclusivamente, caberá tomar a decisão final.

As primeiras experiências com a nova tecnologia serão testadas na abertura das semifinais. Nesta sexta-feira (21), se encontram em São Paulo, Corinthians e Jaraguá, às 20h, e no domingo (23), jogam Atlântico e Cascavel em Erechim.

*Fonte: LNF