Roma 
faturou o título da competição pela primeira vez na 
história - Foto: Lucas Pavin/Agência Avante!
Roma faturou o título da competição pela primeira vez na história - Foto: Lucas Pavin/Agência Avante!
Bom público, equilíbrio, gols e muita dramaticidade. Não faltaram ingredientes na decisão da 5ª Copa Tricolor da Barra entre Guarany e Roma/Duplanet, que ocorreu na tarde de sábado (12), no campo do Grêmio Garibaldi. Depois de um empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, o Roma teve 100% de aproveitamento nas penalidades e sagrou-se campeão ao vencer por 5 a 4. Antes, o Atlético/Escolinha - que tinha o terceiro lugar garantido – derrotou a Sociedade Barra/Prática Contabilidade por 3 a 1, em partida festiva.
O duelo da grande final não foi primoroso na parte técnica, mas contou com muita raça e entrega dos dois times. Tanto no primeiro como no segundo tempo, as equipes erravam em demasia na troca de passes, dificultando a criação de oportunidades claras de gol. Em uma das poucas chances em que o toque de bola funcionou surgiram os dois gols. Lucas da Silva abriu o placar a favor do Guarany, aos 15 minutos da etapa inicial, e quando tudo se encaminhava para a vitória do time, Alan, de pênalti, deixou tudo igual para o Roma, aos 38 da etapa final, forçando a disputa nas penalidades.
Na marca da cal, os primeiros nove cobradores foram perfeitos, mas na décima, o goleiro Gustavo defendeu a cobrança de Sasha e deu o título ao Roma. “Entramos desacreditados no campeonato, mas jogo a jogo os meninos foram mostrando que não eram só atletas e sim homens de caráter. Isso faz uma equipe vencedora e eles merecem essa conquista”, destacou o técnico do Roma, Uirajá Junior. “O futebol pune. Fizemos um jogo bem inferior do que estamos acostumado, mas tínhamos uma vantagem até o final e deixamos escapar. Tiramos esse campeonato como proveito para se entrosar e chegar bem no Varzeano”, afirmou o zagueiro do Guarany, Marcelo. Apesar do vice-campeonato, o Guarany teve o goleiro Adriano como o menos vazado, com seis gols sofridos, e o artilheiro do torneio, Lucas da Silva, com seis gols marcados.