A noite de terça-feira (24) foi cheia para os amantes do basquete e, para os torcedores de Golden State Warriors e Philadelphia 76ers foi também de comemoração. O atual campeão da NBA recebeu o San Antonio Spurs na Oracle Arena já com vantagem na série, bastava uma vitória para encerrar a disputa e ir às semifinais da Conferência Oeste. Dito e feito. Ainda sem Stephen Curry que se recupera de uma lesão no joelho, o time da Califórnia derrotou os Spurs por 99 a 91 e imprimiu um 4 a 1 na série, garantindo pela quarta vez consecutiva uma vaga nas semifinais.

Os destaques dos Warriors ficaram por conta de Kevin Durant, principal pontuador do time com 25. Klay Thompson anotou 24 pontos e Draymond Green garantiu um duplo-duplo com 17 pontos e 19 rebotes.

Pelo lado dos Spurs, LaMarcus Aldridge foi o destaque, cestinha da partida e também anotou um duplo-duplo com 30 pontos e 12 rebotes. Manu Ginobili, o argentino que conquistou o time e a torcida, ainda não sabe se disputa a próxima temporada. Ele saiu da Oracle Arena com 10 pontos, sete assistências e cinco rebotes.

Agora, o Golden State encara o New Orleans Pelicans pelas semifinais. O time da Louisiana varreu a série contra o Portland Trail Blazers.

Seis anos depois, 76ers voltam às semifinais da Conferência Leste

O Philadelphia 76ers é um dos finalistas da Conferência Leste da NBA. Seis anos depois, o time da Pensilvânia retorna às semifinais após derrotar o Miami Heat na noite de terça-feira (24) por 104 a 91, fechando a série em 4 a 1.

O destaque da noite foi JJ Redick, que marcou 26 pontos para os Sixers. Além dele, Joel Embiid anotou um duplo-duplo, com 19 pontos e 12 rebotes e Ben Simmons saiu da Wells Fargo Arena com 14 pontos, 10 rebotes e seis assistências.

Já pelo lado do Miami Heat, Kelly Olynyk e Tyler Johnson foram os destaques, com 18 e 16 pontos respectivamente.

Agora, o 76ers, primeira franquia classificada às semifinais do Leste, aguarda o adversário que sai do confronto entre Boston Celtics e Milwaukee Bucks.

Celtics vencem em casa e retomam vantagem na série contra o Bucks

O TD Garden estava lotado na noite de terça-feira (24) para empurrar a equipe celta que voltou de dois jogos em Wisconsin amargando duas derrotas. A volta de Marcus Smart também animou o torcedor do Boston Celtics que viu, mais uma vez, sua maior estrela sentada no banco, sem conseguir jogar, apenas torcendo pelos companheiros.

Antes do início da partida, Kyrie Irving recebeu o prêmio Red Auerbach, que é dado ao jogador ou técnico que melhor exemplifica o “espírito do que realmente representa ser um Celta dentro e fora das quadras”.

Quando a bola laranja voou, o Boston mostrou uma equipe exemplar defensivamente e com um jogo coletivo forte, derrotando assim o time de Antetokounmpo por 92 a 87 e retomando a ponta da série que agora está em 3 a 2 para o Celtics.

Destaque da partida com 22 pontos e 14 rebotes, Al Horford comandou o ataque celta. Terry Rozier anotou 16 e Jaylen Brown 14 pontos.

Pelo lado do Milwaukee, o grego Giannis Antetokounmpo não teve a atuação que costuma apresentar e marcou 16 pontos, mas Khris Middleeton tomou o protagonismo e marcou 23 pontos e três rebotes.

Agora, o Boston volta a Wisconsin para disputar o jogo 6, que acontece na próxima quinta-feira (26).