Se a manhã de terça-feira (noite no Japão) já foi especial com a conquista de quatro medalhas, a noite começou com um feito histórico para o Time Brasil nas Olimpíadas de Tóquio.

Aos 29 anos, Ana Marcela Cunha conquistou o ouro na maratona aquática, a primeira de uma brasileira na história da modalidade.

A baiana liderou a prova praticamente de ponta a ponta e fechou os 10km no Odaiba Marine Park com o tempo de 1h59min30s08.

Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Ouro na Rio 2016, a holandesa Sharon van Rouwendaal ficou com a prata, enquanto a australiana Kareena Lee levou o bronze.

Essa foi a terceira Olimpíada de Ana Marcela. Em Pequim 2008, ela terminou na quinta posição, em Londres 2012 sequer se classificou, e na Rio 2016, ficou na décima posição.

“Finalmente! Por mais nova que eu fui em 2008, esse é meu quarto ciclo olímpico. Vindo de uma frustração muito grande com uma não classificação, uma frustração no Rio. Acreditem nos seus sonhos. Quero agradecer ao meu clube, meus pais, minha namorada... Sonhava muito com uma medalha olímpica, mas representa muito ser campeã. Todos os brasileiros medalhistas me incentivaram muito, principalmente o Scheffer e o Bruno. É uma raia, uma chance, como eles dizem”, disse à TV Globo.