A Federação Internacional de Natação (FINA) anunciou a proibição de atletas transgêneros nas competições femininas da modalidade.

As únicas mulheres trans que podem competir são aquelas que passaram pela transição até os 12 anos de idade.

A entidade destacou que o limite de idade para concluir a transição de gênero é necessário para garantir que mulheres trans tenham vantagem por passar pela puberdade masculina. A FINA também prometeu criar uma categoria para atletas trans.

“A Fina sempre receberá todos os atletas. A criação de uma categoria aberta significará que todos terão a oportunidade de competir em nível de elite. Isso não foi feito antes, então a Fina precisará liderar o caminho. Quero que todos os atletas se sintam incluídos em poder desenvolver ideias durante esse processo”, disse o presidente da Fina, Husain Al-Musallam.