O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que um grupo dos Emirados Árabes Unidos têm interesse na aquisição de dois clubes do futebol brasileiro.

“Ao final da nossa visita, recebemos uma pista, uma insinuação, de que vem mais US$ 10 bilhões de investimentos porque estamos modernizando o nosso parque. Vão investir em estradas, campos de petróleo e até em clubes de futebol”, disse.

Guedes ainda citou, de forma equivocada, a "compra" do Manchester United, querendo se referir ao Newcastle que foi adquirido recentemente pelo príncipe saudita Mohammed bin Salman.

“Eles compraram o Manchester United, levaram o Cristiano Ronaldo, e eu pensei: ‘Vem ser sócio do Flamengo’. E aí tinha outro lá do lado vascaíno que falou: ‘Não, vem para o Vasco’. Eu falei que (se for para o Vasco) vai perder dinheiro. E tinha outro palmeirense que falou para comprar o Palmeiras. Eles anunciaram que vão comprar dois times, estão examinando. Então eles vêm. Isso ontem e antes de ontem na viagem”, acrescentou Guedes.

A aquisição de clubes brasileiros por grupos econômicos só se tornou possível há poucas semanas, quando o Congresso Nacional aprovou a lei da Sociedade Anônima do Futebol (SAF).