Após viver um ano sabático no ano passado, principalmente pela falta de estrutura para treinamentos, o atletismo de Jaraguá do Sul (Iesc/FME/Rôgga) projeta um 2016 mais tranquilo e positivo para a equipe. Para isso, a maior esperança do grupo é a conclusão das obras do Centro Esportivo Murilo Barreto de Azevedo, que tem previsão de entrega para o primeiro semestre da atual temporada. Sem contar com uma pista pública no município para a prática da modalidade, o coordenador técnico Adriano Moras não esconde a ansiedade para a conclusão das obras, fator, segundo ele, fundamental para a evolução dos atletas. “Aguardamos ansiosamente que a pista que está sendo construída fique pronta para o uso da equipe e da população de forma geral. No ano que passou, treinamos nos arredores de um campo de futebol de um clube da cidade e nas dependências da Arena Jaraguá”, expôs. Ainda de acordo com Moras, o principal objetivo da comissão técnica é descobrir e formar novos talentos para fortalecer o grupo que disputa as competições estaduais, além de conquistar medalhas nos três principais eventos poliesportivos do Estado – Olesc, Joguinhos e Jogos Abertos de Santa Catarina. “No ano passado, participamos de todos os campeonatos nacionais promovidos pela confederação. Em 2016, com os atletas que conquistarem os índices necessários, pretendemos novamente participar dos campeonatos brasileiros nas categorias mirim, menor, juvenil e o Troféu Brasil adulto”, disse. E para seguir alcançando bons resultados nas competições mais renomadas a nível estadual, a equipe jaraguaense conta com grandes talentos, como Gabriel Tavares. Atual campeão do salto em distância e do declatlo na Olesc, o jovem atleta pula de categoria e passa a competir na categoria juvenil. Mesmo cursando o primeiro ano de faculdade em 2016, Tavares tem a confiança do técnico Adriano Moras para seguir como um dos principais nomes do atletismo em Santa Catarina. “É possível conciliar a carreira atlética com os estudos. Gabriel é um atleta jovem e, enquanto universitário, pretende competir em alto nível e manter-se entre os melhores atletas do país nas suas especialidades”, destacou.