Isabella Gondim, de apenas 11 anos, poderá jogar a Taça Brasil de Futsal Sub-11 Masculino após a família ganhar uma liminar na Justiça.

O juiz da 1ª Vara da Infância e Juventude de João Pessoa determinou que a Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS) permita a inscrição da jovem atleta no torneio, que inicia neste domingo (4), em João Pessoa, na Paraíba.

Ela havia sido proibida de disputar a competição, que não tem categoria feminina e veta a participação de meninas na categoria masculina. Isabella já jogou por categorias diferentes no futsal e futebol de campo.

“No caso em tela, é inaceitável que se encare o poder e dominação masculina como algo natural e imutável. É preciso não apenas se indignar com os preconceitos em razão de gênero, mas agir e ir em busca de tais mudanças, sobretudo quando é excelente o desempenho da autora entre os meninos da mesma idade, chegando, inclusive, a ser premiada em partidas locais e regionais como a melhor do jogo ou craque da partida”, disse Soraya Soares de Nóbrega, promotora do Ministério Público da Paraíba.