Desde a última sexta-feira (9), a cidade de Jaraguá do Sul virou anfitriã dos atletas e comissão técnica da seleção brasileira de taekwondo, que realiza um Training Camping Junior, na Arena Jaraguá. Mais de 20 representantes do esporte brasileiro permanecem até o próximo domingo (18) no município, para o evento que serve como uma seletiva ao Campeonato Mundial e pré-olímpico da modalidade, que acontece em abril, na Tunísia. Entre eles, se encontra a atual coordenadora técnica da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKO) e um dos principais nomes da história do esporte no Brasil, Natália Falavigna.
Não é para menos. Campeã mundial e eleita a melhor atleta brasileira de 2005, a paranaense de Maringá foi a primeira medalhista do país em Olímpiadas na modalidade após levar o bronze nos Jogos de Pequim 2008. Um currículo invejável, que aparece como referência para milhares de atletas que buscam o mesmo sucesso na arte marcial. Toda experiência e ensinamentos da atleta estão sendo passados de perto não só para os integrantes da seleção, mas também para os praticantes jaraguaenses, envolvidos em projetos sociais na cidade.
Na última terça-feira (13), crianças e adolescentes tiveram uma tarde de integração com os selecionados, e receberam orientações e conselhos de Falavigna para um futuro promissor no esporte. “As crianças estavam muito ansiosas por esse encontro e é uma oportunidade única na vida delas. É uma realização e uma grande honra para todos receber uma medalhista olímpica na nossa cidade. Todos os ensinamentos da Natália vão estimular essas crianças a crescer no esporte. Esse é o nosso objetivo, de manter elas motivadas e felizes no taekwondo”, destacou o professor e mestre jaraguaense, Helton Berthi.
Após a confraternização, Falavigna concedeu uma entrevista exclusiva ao jornal O Correio do Povo, e falou sobre a vinda à Jaraguá do Sul, importância do taekwondo para as crianças, crescimento do esporte no Brasil e Santa Catarina, entre outros assuntos. Confira:
- Visita à Jaraguá do Sul
Já estive em outras competições aqui em Jaraguá, que sempre recebeu muito bem o taekwondo. Santa Catarina é uma referência do taekwondo no Brasil e foi um local propicio para receber a seleção brasileira. A comunidade pratica o esporte e a cidade dá valor ao taekwondo. Trazer os atletas para cá foi um processo muito interessante para seus treinamentos e entenderem que apesar de jovens são referências para muitas crianças
- Formação através do taekwondo
A criança assimila a disciplina do taekwondo brincando na aula. Esse é um processo que a modalidade faz e consegue ser bem sucedida nesse sentido. Os princípios, cada golpe e movimento estão envolvidos nessa adaptação. O mais importante também é fazê-la sonhar. Se você tiver um sonho e vontade, trabalhe muito, persevere, porque as coisas acontecem. O esporte é mágico por isso. O tatame permite ser aquilo que você quiser, então toda dedicação será recompensada. Esse é o grande mecanismo e sucesso do esporte
- Importância do esporte
Essa disciplina, oportunidade e vivência que o taekwondo traz. As crianças estão tendo contato com os principais atletas juvenis do país e é importante entenderem que é possível chegar longe, mas principalmente ter uma memória positiva ao praticar esporte. Se fizermos isso vamos diminuir o número de obesidade no país, mais praticantes de esportes e até melhorar a politica pública, porque teremos pessoas que gostam, acompanham e querem o bem do esporte, além da formação de cidadãos melhores
- Crescimento da modalidade no Brasil e Santa Catarina
Nos últimos anos, Santa Catarina teve um crescimento exponencial. Foi um Estado que passou a ser conhecido no cenário competitivo, com seus atletas brigando pelas principais colocações nos torneios. Também tem um modelo administrativo por ter uma federação com número grande de filiados, projetos esportivos e trabalhar em parceria com prefeituras. Tudo isso mostra que quando se trabalha direito e competentemente, as coisas tendem a caminhar e melhorar. Santa Catarina eleva cada vez mais o sáfaro e coloca o patamar lá em cima para que as outras federações sigam o mesmo modelo e tenhamos um crescimento ainda maior do taekwondo nacional
- Equipe técnica de Jaraguá
Conheço os três profissionais (professora Alessandra Trevisan, mestres Helton Berthi e Alan Siqueira). O que podemos sentir é orgulho em poder saber que o taekwondo tem essas pessoas que amam a modalidade e juntos conseguimos construir não só o taekwondo catarinense e jaraguaense, mas sim o taekwondo brasileiro melhor. Eles fazem com que as pessoas entendam, pratiquem e se tornem pessoas melhores por meio dessa arte marcial que tanto amamos
Sentimento
Queremos sair de Jaraguá com o sentimento de dever cumprido em todas as ações, seja administrativas e da parte da comissão técnica. Os atletas são jovens, mas tem que entender que para estar na seleção você tem um nome a zelar e ganha a identidade de Brasil. Então a ideia é que a gente saia daqui com uma semente plantada