O massagista do Náutico, Paulo Mariano, foi solto nesta sexta-feira (19) após pedido concedido de habeas corpus.

O profissional estava preso desde 24 de fevereiro, sob a acusação de assalto a um ônibus no dia 25 de dezembro de 2018. Com o habeas corpus, Paulo Mariano pode responder ao processo em liberdade.

Em sua decisão, o desembargador Evandro Magalhães Neto, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE), levou em consideração que o massagista não tem antecedentes criminais e ter emprego fixo.

O assalto a ônibus aconteceu no bairro da Joana Bezerra, área central do Recife. A defesa do profissional, porém, garante que Paulo não tem qualquer relação com o caso e que ele estava com a família no momento do assalto.

Era o natal de 2018. Nas redes sociais do massagista, há fotos postadas com a esposa, amigos e parentes nessa data.

Além disso, a defesa sustenta que o homem que aparece nas imagens do assalto não tem semelhança física com Paulo, embora este tenha sido reconhecido pelo cobrador como um dos assaltantes.

*Fonte: GE