O resultado não foi bem o que ele esperava, é bem verdade. Mas a experiência de participar de um Campeonato Mundial de Muay Thai ficará guardado para sempre na memória do jaraguaense Leandro da Veiga. Atual campeão brasileiro, o atleta e professor da Academia Show Thai esteve do dia 11 de março até segunda-feira (19), em Bagkok, na Tailândia, onde disputou de forma inédita, o maior evento do esporte no planeta. O sonho de trazer o cinturão na bagagem acabou ficando pelo caminho logo na primeira luta ao perder por pontos para Daulet Dtarbaev, do Casaquistão, que chegou as finais da categoria – 71kg, disputada ainda por outros seis lutadores da Rússia, Ucrânia, Itália, Egito, Índia e Paquistão. Mas engana-se quem pensa que o representante de Jaraguá do Sul tratou a derrota como frustração. Pelo contrário. Serviu como motivação para futuras idas a novas edições do Mundial. “Gostaria de ter trazido um resultado melhor por saber de quantas pessoas estavam na expectativa. O resultado não me desanima, mas também não me satisfaz. Há dias que a gente ganha e há dias que a gente perde, mas todo dia a gente luta”, disse o jaraguaense de 23 anos. “Foi uma luta dura, meu adversário era muito forte. Mas estou muito contente de ter lutado no Mundial e foi um sonho vivenciar o muaythai em sua essência. Agradeço a todos que possibilitaram minha ida até a Tailândia. Bora pra próxima”, finalizou.