Lateral da seleção cita Daniel Alves como ídolo e se desculpa

Foto: Vitor Silva/CBF

Por: Lucas Pavin

17/10/2023 - 17:10 - Atualizada em: 17/10/2023 - 17:58

Após conceder entrevista coletiva e apontar Daniel Alves como seu ídolo e maior referência no futebol, o lateral-direito Yan Couto, da seleção brasileira, voltou a se manifestar através de uma nota oficial.

O jogador revelado pelo Coritiba e que pertence ao Manchester City-ING pediu desculpas a todas as pessoas que se ofenderam com sua declaração e afirmou que repudia qualquer crime e violência, sobretudo contra mulheres.

“Quando eu me referi a Daniel Alves como um ídolo, foi no sentido do futebol, coisa que acreditei ter deixado claro, mas pelo nervosismo pela minha estreia na seleção e por ter tido a oportunidade de jogar ao lado de tantos jogadores incríveis, errei profundamente ao não especificar e deixar livre para a interpretação de cada um”, escreveu.

No último sábado (14), Yan Couto viralizou nas redes sociais após ser questionado sobre qual jogador seria sua maior referência no esporte e citar Daniel Alves, que está preso desde janeiro por uma acusação de agressão sexual, em Barcelona, na Espanha.

“Meu ídolo é o Daniel Alves, não tem como ser outro, cresci assistindo a ele pela TV, é um ídolo para muita gente, fez uma história linda na Seleção, pelos clubes que passou. É uma referência, até pelo estilo de jogo, a altura. É uma referência também defensivamente, acho que posso ser mais agressivo e mais completo”, disse.

Yan Couto participou do empate em 1 a 1 com a Venezuela na semana passada ao entrar no lugar do machucado Danilo e deve ser titular pela primeira vez nesta terça-feira (17), contra o Uruguai, às 21h (de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu.