Uma arte marcial que exige talento, muita disciplina e que agora faz parte do quadro olímpico, a partir dos Jogos de Tóquio de 2020.

Esse é o karatê, um esporte que ainda não figura entre os mais tradicionais do Brasil, mas que faz muito sucesso em Guaramirim, cidade consolidada como uma das principais forças de Santa Catarina.

Com um trabalho desenvolvido há quase 30 anos pelo professor Abílio Julio da Costa, faixa preta e 3º Dan (denominação de grau), o município vem apresentando uma grande evolução técnica com o passar dos anos e vive, em 2018, o seu melhor momento na história.

Professor Abílio Julio da Costa é um dos principais responsáveis pelo bom momento da equipe guaramirense | Foto: Eduardo Montecino/OCP News

Seja em competições a nível estadual ou nacional, a equipe traz resultados expressivos para cidade e região.

Somente nesta temporada, foram mais de 10 campeonatos pelo estado, que são divididos em três segmentos.

No Escolar, os guaramirenses sagraram-se campeões gerais, enquanto nas Séries A e B, as inúmeras conquistas de medalhas vieram de forma individual. Já no Campeonato Brasileiro, as 12 medalhas faturadas ajudaram a levar Santa Catarina ao vice-campeonato geral.

Resultados que são frutos de um trabalho feito desde a iniciação até o rendimento. Funcionário público, Abílio criou um projeto de base em alguns pontos da cidade, que leva os principais talentos ao centro de treinamento oficial da equipe.

Ao todo, 40 atletas integram o centro de referência da modalidade em Guaramirim | Foto: Eduardo Montecino/OCP News

No total, 110 alunos praticam o karatê no município, sendo que 40 deles treinam no centro de referência, quatro vezes por semana.

Além disso, a mudança de local para treinamentos ajudou na evolução da equipe para estar vivendo o auge de sua fase nos tatames. “Estamos numa crescente técnica há algum tempo, mas realmente esse ano é o melhor.

Estamos treinando em um lugar mais amplo e que comporta um número maior de atletas. Eles amadureceram também através de um bom planejamento de competições que desenvolvemos. Então é gratificante tudo que estamos vivendo e esperamos ir ainda mais longe”, disse Abílio.

Sonho olímpico

Com o crescimento nos resultados, a equipe de karatê de Guaramirim já começa a projetar voos maiores.

O primeiro objetivo é a consolidação no cenário nacional para começar a ganhar espaço em competições internacionais. Cumprindo essas metas, o grande sonho é colocar um atleta nas Olimpíadas de 2024, já que a de 2020 fica praticamente inviável pelo curto espaço de tempo.

Guilherme Augusto de Oliveira Corrêa (D) é um dos destaques do país no esporte | Foto: Eduardo Montecino/OCP News

Quem persegue esse sonho olímpico é o carateca Guilherme Augusto de Oliveira Corrêa. Aos 17 anos, sendo 13 deles dedicados a arte marcial, o guaramirense já conquistou mais de 100 medalhas de 2009 até hoje.

Na atual temporada, ele já foi campeão brasileiro, do Arnold Classic, e estadual, resultados que aumentam sua expectativa de um grande futuro no esporte.

“Quero integrar a seleção brasileira e um dia chegar nas Olimpíadas que é o sonho de qualquer atleta. Para chegar lá tenho que treinar muito, porque o nível no Brasil é muito alto. Mas vou fazer o máximo para isso”, destacou Guilherme.

VEJA TAMBÉM:

Guaramirenses levam Santa Catarina ao vice-campeonato brasileiro de karatê

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?