A união entre clubes, Federação Catarinense de Futebol (FCF) e Associação de Clubes (SC Clubes) após a negativa do Governo de Santa Catarina para retomada do Estadual começa a surtir efeito.

Para minimizar o impacto financeiro gerado pela paralisação do Campeonato Catarinense, o Juventus receberá um aporte de R$ 20 mil, assim como Concórdia e Tubarão, que são os clubes mais afetados em meio a pandemia do novo coronavírus.

O valor será concedido pela SC Clubes (R$ 30 mil), FCF (R$ 20 mil) e pelo Brusque (R$ 10 mil).

Além disso, o Avaí, Figueirense e Chapecoense se disponibilizaram a ceder atletas por empréstimo e sem custo as três equipes, caso percam jogadores ao final do contrato.

Todas as medidas fazem parte do plano entre todos os envolvidos para terminar a Série A em campo.

A competição foi paralisada na última rodada da primeira fase, que aconteceu no dia 15 de março.

Avaí, Brusque, Figueirense, Marcílio Dias, Criciúma, Juventus, Joinville e Chapecoense estão nas quartas de final, enquanto Concórdia e Tubarão lutarão contra o rebaixamento.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul