O Brusque mostrou mais uma vez o porquê é a maior “pedra no sapato” do Juventus na história recente.

Na noite deste domingo (13), o Moleque Travesso foi superado pelo Quadricolor por 2 a 1, no estádio João Marcatto, pela sétima rodada do Campeonato Catarinense, e chegou a 10 jogos seguidos sem vencer o time do Vale do Itajaí.

O Bruscão se aproveitou de erros na bola aérea defensiva da equipe jaraguaense para construir a vitória.

Logo no primeiro minuto de jogo, Alex Sandro apareceu sozinho no meio da área e fez de cabeça após cruzamento de Alex Ruan.

Os visitantes ampliaram em uma jogada muito parecida, aos 6 minutos do segundo tempo, desta vez em cruzamento de Edílson para gol de Diego Jardel.

O Juve conseguiu diminuir, aos 45, com Pedrinho, também de cabeça, mas a reação parou por aí.

Situação na tabela

Com a quarta derrota na competição, o Juventus estacionou nos cinco pontos e voltou para lanterna. Já o Brusque engatou a quarta vitória consecutiva e é o novo vice-líder, com 14 pontos.

Próximo compromisso

O Moleque Travesso faz um ‘duelo de desesperados’ contra o rival JEC na oitava rodada. Os times do Norte catarinense, que hoje ocupam a zona de rebaixamento, se enfrentam na próxima quarta-feira (16), às 21h30, na Arena Joinville. Um dia depois, o Bruscão recebe o Próspera, às 19h, no Augusto Bauer.

Primeiro tempo

Embalado por três vitórias seguidas, o Brusque não demorou para abrir o placar. Logo no primeiro minuto de jogo, Alex Ruan cruzou na medida para Alex Sandro, que sozinho na área, mandou de cabeça para o fundo das redes.

O Juventus não sentiu o baque sofrido no início da partida e foi superior no restante do primeiro tempo.

Lance do jogo | Foto: Lucas Pavin/Avante! Esportes

Com maior volume, o time da casa criou boas chances, como em chutes de Jeffinho e Maikon Leite, que pararam em boas defesas de Jordan.

O Bruscão só voltou a assustar na reta final do primeiro tempo e quase ampliou novamente com Alex Sandro após Júlio tentar afastar na pequena área e acertar o camisa 9. Por sorte, a bola saiu por cima da meta.

Segundo tempo

Se o Juve foi melhor na etapa inicial, o Quadricolor dominou o segundo tempo e aumentou a vantagem, aos 6 minutos, quando Edílson cruzou na cabeça de Diego Jardel, que acertou o canto esquerdo, sem chances para Hudson Jr.

Mesmo com a boa vantagem, os visitantes não ‘sentaram’ no resultado e seguiram criando oportunidades.

Lucas Silva perdeu três chances claras para fazer o terceiro. Uma finalização parou no travessão, outra cabeceou sozinho para fora e na última ficou cara a cara com Hudson Jr, mas chutou rente ao poste direito.

O técnico Alemão tentou mudar o panorama do jogo, colocando Gustavo Poffo, Pedrinho, João Arthur e Yan nos lugares Matheus Claudino, Tcharles, Jeffinho e Jonatas Belusso.

O Tricolor demorou para reagir, mas foi justamente com dois jogadores que saíram do banco que criou suas melhores chances.

Gustavo Poffo quase marcou em cabeçada que passou perto da trave de Jordan e Pedrinho obrigou grande defesa do goleiro em tentativa de fora da área.

Até que, aos 45, Maikon Leite cobrou falta na área e Pedrinho se antecipou a marcação e cabeceou no canto para descontar.

Pedrinho marcou seu primeiro gol pelo Juventus | Foto: Lucas Pavin/Avante! Esportes

Porém, a reação veio tarde e o Juventus deixou o campo com a derrota apesar de tentar o empate na base do abafa nos acréscimos.

Ficha técnica: Juventus 1×2 Brusque

Local: Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC)
Data: 13/02/2022 (domingo)
Horário: 19h (horário de Brasília)
Arbitragem: Rodrigo D’Alonso Ferreira, auxiliado por Thiaggo Americano Labes e Gizeli Casaril
Gols: Pedrinho, aos 45/2T (Juventus); Alex Sandro, ao 1/1T, e Diego Jardel, aos 6/2T (Brusque)
Cartões amarelos: Jeffinho e Júlio (Juventus); Jailson (Brusque)
Juventus: Hudson Jr.; Alex Travassos, Felipe Gregório, Reinaldo Lobo e Júlio; Matheus Claudino (Pedrinho), Daniel Oliveira, Maikon Leite, Jeffinho (João Arthur) e Tcharles (Gustavo Poffo); Jonatas Belusso (Yan). Técnico: Alemão
Brusque:Jordan; Edílson, Ianson, Wallace (Everton Alemão) e Alex Ruan; Rodolfo Potiguar, Luiz Antonio, Jailson (Pedoca) e Diego Jardel (Trindade); Alex Sandro (Diego Mathias) e Fernandinho (Lucas Silva). Técnico: Waguinho Dias


Jogos da 7ª rodada

Sábado (12)

  • Avaí 0×0 Joinville - 16h30

Domingo (13)

  • Marcílio Dias 0×2 Concórdia
  • Próspera 0×2 Barra
  • Chapecoense 1×0 Figueirense
  • Hercílio Luz 1×0 Camboriú
  • Juventus 1×2 Brusque

Classificação

Artilharia

2 gols – Maikon Leite
1 gol – Jonatas Belusso
1 gol – Pedrinho
1 gol – Tenner

Tabela de jogos do Juventus

fase

23/01/22 – Hercílio Luz 1×0 Juventus (saiba mais)
16h, no Estádio Aníbal Torres Costa, em Tubarão (SC)

27/02/22 – Juventus 2×2 Marcílio Dias (saiba mais)
20h, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC)
Gols: Maikon Leite e Tenner

30/01/22 – Chapecoense 2×0 Juventus (saiba mais)
19h, na Arena Condá, em Chapecó (SC)

02/02/22 – Juventus 0×0 Avaí (saiba mais)
21h30, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC)

06/02/22 – Juventus 0×5 Barra (saiba mais)
19h, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC)

10/02/22 – Próspera 1×2 Juventus (saiba mais)
16h, na Arena Joinville, em Joinville (SC)
Gols: Maikon Leite e Jonatas Belusso

13/02/22 – Juventus 1×2 Brusque
19h, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC)
Gol: Pedrinho

16/02/22 – Joinville × Juventus
21h30, na Arena Joinville, em Joinville (SC)

20/02/22 – Juventus × Figueirense
16h, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC)

26/02/22 – Concórdia × Juventus
16h, no Estádio Domingos Machado de Lima, em Concórdia (SC)

06/03/22 – Juventus × Camboriu
16h, no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC)