Com início da Série B do Campeonato Catarinense marcado apenas para o mês de junho, o Grêmio Esportivo Juventus segue seu planejamento para chegar ao Estadual na ‘ponta dos cascos’. Enquanto o foco do momento está nas categorias de base para o surgimento de jogadores que possam ser utilizados na segunda divisão, o clube sofreu mudanças importantes na diretoria nesta semana. A principal delas foi a saída do diretor executivo, Tiago Borges. Desgastado pelas vindas diárias à Jaraguá do Sul, já que possui residência em Joinville, o dirigente acabou deixando o Tricolor e aceitou o convite para assumir o mesmo cargo no Fluminense de Joinville. Segundo ele, o desligamento se deu por motivos pessoais e negou qualquer atrito com os demais profissionais do clube, pelo contrário, rasgou elogios a todos os dirigentes. “Moro em Joinville e esse bate-volta me ‘matou’ nos últimos meses. Foi uma decisão pensando em mim mesmo. Essa diretoria faz das tripas o coração para fazer o clube andar. Tem pessoas corretas ali e a comunidade precisa ver isso. Jaraguá do Sul tem a melhor diretoria que qualquer clube pode querer em termos éticos e o Juventus tem tudo para crescer na mão desses caras, mas o empresariado precisa abraçar”, disse Borges, que chegou em 2014 para sua segunda passagem no clube – a primeira foi em 2012. Com a saída do diretor executivo, alguns dirigentes acumularão funções que eram coordenadas por Borges. Além disso, o Moleque Travesso trouxe uma novidade para sua alta cúpula. Trata-se de Eduardo Rodrigues, comandante da equipe na profissional em boa parte da Série B do ano passado, que agora assumirá a coordenação das categorias de base. “Assim que fizemos o pedido, ele (Eduardo) aceitou por conhecer e saber da capacidade de toda diretoria. Então ele abraçou a ideia e será responsável pela base e também nos auxiliará no profissional”, destaca o vice-presidente Cristiano Humennhuk. “Estou muito feliz de estar retornando. Tenho vínculo com o clube há alguns anos e tive a oportunidade de trabalhar em todas as categorias (Sub-15, Sub-17, Sub-20 e profissional). Teremos dificuldades, mas o Juventus tem um potencial muito grande. A ideia é fazer um bom trabalho e o mais transparente possível, dando uma estrutura para base”, declarou Rodrigues. Após essas mudanças, o Juve dá sequência aos trabalhos de avaliação de atletas da base. Hoje, cerca de 40 meninos estão alojados no Estádio João Marcatto. Já a apresentação do elenco profissional está prevista para o mês de maio, visando a disputa da Série B e possivelmente a Copa Santa Catarina, que está nos planos da diretoria. “Nosso objetivo é fazer o clube girar, com trabalhos diários. Então se tudo der certo vamos ter um calendário longo e cheio de compromissos em 2018”, finalizou Humennhuk. Evento no João Marcatto Com o objetivo de estreitar ainda mais os laços com a comunidade e angariar fundos para seus futuros compromissos, o Juventus realiza neste sábado (17), a abertura oficial da temporada 2018, no Estádio João Marcatto. A partir das 9h, a bola rola para mais um festival de futebol, o qual as equipes ainda podem se inscrever no valor de R$ 250, que dá direito a dez cartões do churrasco que será servido mais tarde, acompanhado de salada e maionese. Para quem não for jogar, o bilhete pode ser adquirido na entrada do estádio por R$ 25. O evento ainda terá serviço completo de bar e cozinha, brinquedos para as crianças e três atrações musicais: grupo de pagode PDN, sertanejo universitário com Jean Carlo e Joabe, além da banda 12-13.