Juventus e Itajaí trocam acusações após jogo da Copa SC Sub-17 não acontecer

Equipes chegaram a entrar em campo | Foto: Divulgação/Itajaí

Por: Lucas Pavin

13/10/2023 - 13:10 - Atualizada em: 13/10/2023 - 13:52

Juventus e Itajaí/Agrifut se enfrentariam na manhã de quinta-feira (12), no estádio João Marcatto, mas o jogo pela quarta rodada da Copa SC Sub-17 acabou não acontecendo e se tornou uma troca de reclamações dos clubes por meio de notas oficiais.

O atrito começou pelo atraso da ambulância contratada pelo Moleque Travesso. Segundo o clube jaraguaense, a empresa que presta o serviço é de Blumenau e não conseguiu chegar em tempo hábil por conta de uma queda de barreira na BR-108 provocada pelas chuvas.

Com isso, o árbitro Halisson Eliabe cumpriu o regulamento e concedeu 1 hora de tolerância. Ao término do tempo, o juiz recebeu a informação de que a ambulância com o médico estaria perto do estádio e acrescentou mais 25 minutos.

A partida que estava marcada para iniciar às 10h teve a liberação às 11h09, horário da chegada da ambulância, porém, a equipe de Itajaí se recusou a entrar em campo e o jogo não foi realizado.

“É lamentável a falta de compreensão dentro do que estamos vivendo nesse momento caótico de nossas condições climáticas a se negar a realizar a partida pelo atraso. A equipe visitante deixou às dependências do estádio João Marcatto apenas depois de 42 minutos do novo início da partida”, diz uma parte da nota publicada pelo Juventus.

Já o Itajaí alega que a ambulância estava desprovida do equipamento essencial, o desfibrilador, e que o médico não estava presente.

“Nossa equipe agiu com total respeito ao regulamento da competição, aguardando por um período de 30 minutos, estendido por mais 30 minutos, na expectativa de que a ambulância e o médico chegassem ao local. Infelizmente, esse prazo foi ultrapassado, e, ainda assim, não contávamos com os recursos médicos necessários para garantir a segurança dos jogadores”, escreveu o clube itajaiense.

O confronto entre as equipes agora vai a julgamento que deve acontecer na próxima semana. No momento, o Juve é segundo colocado do Grupo D, com cinco pontos, dois a menos em relação ao líder Marcílio Dias que tem um jogo a mais. Já o Itajaí é lanterna, com dois.

Os times entram em campo neste domingo (15). Pela quinta rodada, o Tricolor visita o Marcílio, às 10h, enquanto o Itajaí/Agrifut pega o NFC, às 15h, também fora de casa.

Nota do Juventus:

Na manhã de hoje o nosso moleque travesso realizaria a primeira rodada do returno da Copa Santa Catarina sub 17. Devido às condições climáticas que vem acontecendo no estado de Santa Catarina à empresa que presta o serviço de ambulância com sede na cidade de Blumenau,acabou se atrasando devido a uma queda de barreira na br 108 entre Blumenau a Massaranduba impossibilitando a chegada em tempo hábil.

Mesmo assim foi dado à prorrogação de 30+30 minutos de compreensão. Ao chegar às 10:50 o árbitro Halisson Eliabe acrescentou mais 25 minutos para prazo final!
Sendo assim a ambulância chegou ao estádio às 11:09 minutos ainda dentro do prazo dos 25 minutos! Mas a equipe do @itajaiec que se encontra na última colocação com 2 pontos,não quis entrar em campo.

É lamentável a falta de compreensão dentro do que estamos vivendo nesse momento caótico de nossas condições climáticas a se negar a realizar a partida pelo atraso. A equipe visitante deixou às dependências do estádio João Marcatto apenas depois de 42 minutos do novo início da partida.

Nota do Itajaí/Agrifut:

O Itajaí Esporte Clube/Agrifut lamenta informar que a partida programada para a 4ª rodada da Copa Santa Catarina Sub-17 foi cancelada devido a circunstâncias além de nosso controle. O motivo para o cancelamento foi a falta de ambulância e médico no local, requisitos obrigatórios de acordo com o regulamento da competição, que deveriam ser fornecidos pela equipe da casa, Juventus, de Jaraguá do Sul.

Nossa equipe agiu com total respeito ao regulamento da competição, aguardando por um período de 30 minutos, estendido por mais 30 minutos, na expectativa de que a ambulância e o médico chegassem ao local. Infelizmente, esse prazo foi ultrapassado, e, ainda assim, não contávamos com os recursos médicos necessários para garantir a segurança dos jogadores.

Vale ressaltar que a ambulância finalmente chegou ao local, porém, estava desprovida do equipamento essencial, o desfibrilador, e o médico não estava presente. Durante todo esse período de espera, o Itajaí não recebeu qualquer comunicação ou justificativa por parte da equipe mandante sobre a ausência da ambulância e do médico, o que tornou impossível a realização da partida.

Nossos jogadores, que se apresentaram para o compromisso no final da madrugada, enfrentaram condições climáticas adversas, permanecendo aguardando no campo sob chuvas intensas. Estiveram à disposição por mais de uma hora, prontos para competir, em um gesto de comprometimento e profissionalismo incontestável. Entendemos o compromisso e a dedicação de nossos jogadores e suas famílias, e lamentamos profundamente que essas circunstâncias tenham ocorrido.

O Itajaí Esporte Clube reitera seu compromisso com a integridade e a segurança de seus atletas, bem como com a observância das regulamentações da competição. Continuaremos trabalhando em conjunto com a organização da Copa Santa Catarina Sub-17 para garantir que situações como esta não se repitam no futuro, assegurando um ambiente de jogo seguro e justo para todos os participantes.

Agradecemos imensamente o apoio contínuo de nossa torcida e a compreensão de todos os envolvidos. Juntos, superaremos os desafios que possam surgir e continuaremos em nossa jornada na competição.

Súmula do árbitro do jogo:

Informo que houve um atraso de 1hr e 09minutos do médico e da ambulância na partida, sendo cumprido assim o protocolo de 30 minutos de tolerância + 30 minutos, ao término do tempo mencionado acima, foi informado ao árbitro da partida que a ambulância com o médico estaria a 12minutos do estádio em deslocamento, tendo então ciência da informação prorroguei por mais 25minutos o inicio da partida, porém a ambulância chegou ás 11:09hrs dentro do tempo em que foi prorrogado o inicio da partida. Informo que após esses acontecimentos a equipe AGRIFUT se recusou a entrar em campo, tendo ciência da decisão da equipe visitante a partida não foi realizada. CRM do médico responsável pela partida: 312.86