Jogadores comemorando o único gol da partida, marcado pelo meia Railson I Foto: Lucas Pavin/Agência Avante!
Jogadores comemorando o único gol da partida, marcado pelo meia Railson I Foto: Lucas Pavin/Agência Avante!

Foi suado, sofrido e com emoção até o fim. Mas a caminhada do Juventus rumo ao tão sonhado acesso à elite do futebol catarinense começou com vitória. Em jogo de dois tempos distintos na tarde deste domingo (10), o Tricolor marcou na etapa inicial com Railson, de penâlti, e levou uma pressão do Guarani de Palhoça no segundo tempo. Porém, conseguiu segurar a vantagem no estádio João Marcatto e sair com seus três primeiros pontos na Série B do Campeonato Catarinense.

Ao fim da partida, o técnico Eduardo Clara comemorou o resultado diante da torcida, mas ressaltou que a equipe pode evoluir muito mais dentro do Estadual. “Sabíamos do potencial da equipe do Guarani e foi uma surpresa nós não conseguirmos a posse de bola, onde nós mais nos empenhamos nos treinos. Mas mesmo assim deu certo e valeu pela luta. Estamos de parabéns pelo resultado, mas sabemos que temos que trabalhar mais para melhorar”, avaliou o técnico Eduardo Clara.

Lance do jogo I Foto: Lucas Pavin/Agência Avante!

Com o resultado, o Juve larga na liderança da segunda divisão, ao lado de Camboriú e Barra, que também estrearam com triunfo sobre Blumenau e Almirante Barroso, respectivamente. Agora, o Moleque Travesso volta à campo na próxima quarta-feira (13), quando vai a Blumenau para seu primeiro compromisso fora de casa na competição.

No estádio do Sesi, o time jaraguaense enfrenta o Metropolitano, às 20h30. “É mais um jogo difícil contra uma equipe que tem muito potencial. A Série B deste ano está muito forte e competitiva. Por isso foi muito importante vencer em casa, que pode dar uma maturidade ainda maior ao nosso elenco. Vamos nos preparar bem para chegar lá e conseguir outro resultado positivo”, disse Clara.

O jogo

Sem o volante Anderson Pedra, lesionado, e o atacante Jonatas Obina, aprimorando a parte física, o técnico Eduardo Clara mandou a campo um time titular com Iago; Marquinhos, Silvio Gomes, Michel e Leonardo; Tiago Amazonense, Almeida, Roque e Railson; Charles Chenko e Wendel.

Mas mesmo jogando em casa, diante de pouco mais de 700 torcedores que foram ao João Marcatto, o Juventus acabou sendo surpreendido pelo Guarani de Palhoça que dominou a posse de bola durante os 90 minutos e criou logo sua primeira chance, aos 2, com Jhonatha que saiu na cara do gol, mas Iago defendeu. Mas, a partir daí, o maior controle da bola dos visitantes não resultaram em oportunidades claras.

Do outro lado, o Tricolor se segurava bem defensivamente e chegava com muito perigo nos contra-ataques. Foi assim em, pelo menos, duas chances nos primeiros 20 minutos, uma com Wendel que carimbou a trave esquerda, em chute de longa distância, e outra com Railson, que recebeu passe de Chenko e carregou até a área, mas finalizou por cima.

Lance do jogo I Foto: Lucas Pavin/Agência Avante!

Aos 30, a trave voltou a impedir o gol juventino. Em cobrança de falta na linha lateral, Railson encobriu o goleiro e viu a bola beijar o poste direito. No entanto, cinco minutos depois, o torcedor pôde comemorar o primeiro tento do time na Série B. Após rápido contragolpe, Wendel apareceu sozinho na área e foi derrubado por Rodrigo Ferreira. O juiz não hesitou, marcou o pênalti e deu o segundo amarelo para o lateral, que foi para o chuveiro mais cedo. Na cobrança, Railson colocou rasteiro, no canto esquerdo, e abriu o placar.

O panorama no segundo tempo foi o mesmo. Acuado, o Juventus não conseguiu transformar a vantagem numérica em oportunidades de gol e tinha dificuldades para encaixar bons contra-ataques. Enquanto isso, o Guarani dominava as ações ofensivas e levava muito perigo à meta de Iago, principalmente em bolas alçadas na área. Mas o goleiro se mostrou seguro e salvou o time da casa duas vezes.

Em outra chance, a melhor da equipe de Palhoça, quem evitou o empate foi o lateral Iton que entrou na etapa final. Aos 43, Gustavo Pires fez ótima jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro para Wesley, que venceu Iago, mas não Iton, que tirou a bola em cima da linha. Apesar da pressão nos minutos finais, o Moleque Travesso manteve a vantagem de 1 a 0 e saiu de campo com a importante vitória na largada da Série B.

RESULTADOS DA RODADA:

Juventus 1×0 Guarani de Palhoça

Blumenau 0×1 Camboriú
Marcílio Dias 3×3 Fluminense
Barra 2×1 Almirante Barroso
Operário de Mafra 0×0 Metropolitano

CLASSIFICAÇÃO:

TABELA: