Técnico Eduardo
Clara aposta em uma Série B muito equilibrada (Foto:  Eduardo Montecino)

Técnico Eduardo Clara aposta em uma Série B muito equilibrada (Foto: Eduardo Montecino)

O Juventus começa a intensificar sua preparação, visando a disputa da Série B do Campeonato Catarinense, prevista para iniciar no dia 17 de julho. Após anunciar três patrocinadores na semana passada (Supermercados Brasão, Assessoritec e Óticas Diniz), o clube apresentou o novo técnico para a temporada 2016, em coletiva de imprensa realizada na tarde de ontem, no Estádio João Marcatto. Trata-se de Eduardo Clara, de 45 anos, que chega com a missão de devolver o ‘Moleque Travesso’ à elite do futebol de Santa Catarina.
Natural de São Paulo-SP, o treinador começou sua trajetória profissional em 2004, quando comandou a equipe do União, de Timbó, onde permaneceu até 2005. Depois teve passagem pelo Grêmio Osasco, levando o clube paulista da terceira para segunda divisão. Mas foi em 2006, que ele se destacou e passou a ser conhecido, em Santa Catarina, ao subir o time do Camboriú para a principal divisão do Estado. Posteriormente, voltou a São Paulo para comandar o Atibaia e São Carlos, mas novamente mostrou sua estrela ao retornar para o Camboriú, em 2011, e conquistar outro acesso com o clube catarinense. Porém, devido a um começo ruim na Série A, Clara foi demitido no mês de março, de 2012, tendo o São Raimundo-AM como seu último clube, antes do acerto com o tricolor jaraguaense.
Com um trabalho traçado de forma organizada e criteriosa, somado a um estilo focado no planejamento estratégico e motivacional, o comandante inicia seu trabalho em Jaraguá do Sul, projetando a montagem do elenco. Primeiro, com as avaliações de atletas das categorias Sub-17, Sub-20 e profissional, marcadas entre os dias 2 e 6 de julho, seguido pela busca de jogadores no mercado, que possam vir por empréstimo ou contrato fechado com o clube. “Vamos observar atletas regionais que buscam oportunidade no futebol e outros de alguns clubes que tenham interesse em vestir a camisa do Juventus. Mas o objetivo é montar uma equipe organizada. Prezo muito por isso”, disse Clara.
Ao fim da entrevista, o treinador ainda comentou sobre a satisfação de comandar o Juve no ano do seu cinquentenário e a expectativa para a Série B do Estadual. “Estou há três anos no futebol do Norte do país e por uma questão de carreira retorno a Santa Catarina, onde fui muito feliz. Apareceu a oportunidade no Juventus, e com a ótima estrutura e grandeza do clube, fez com que eu aceitasse o convite”, disse. “Esperamos uma Série B muito competitiva. Nos últimos cinco anos, Santa Catarinense vem crescendo muito no futebol. Então temos que ter uma regularidade muito grande para conseguir o acesso”, finalizou.