A rescisão de contrato entre Santos e Robinho após grande repercussão pelo atleta estar respondendo um processo de violência sexual segue dando o que falar.

Desta vez, sobrou até para alguns jornalistas da TV Globo, que criticaram a contratação e tiveram seus números de celulares vazados, recebendo diversas ameaças nesta semana.

De acordo com o portal UOL, Rodrigo Capelo, Carlos Cereto e Ana Thaís Matos, que trabalham no canal SporTV sofreram ataques pelo WhatsApp.

Todos precisaram desativar suas contas por segurança e o caso já está na Polícia especializada em crimes virtuais para investigação.

A Globo demonstrou apoio e promete ir até o fim para achar culpados pela hostilidade.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul