Último jogo da Libertadores foi o clássico Gre-Nal no dia 12 de março | Foto Divulgação/Internacional
Último jogo da Libertadores foi o clássico Gre-Nal no dia 12 de março | Foto Divulgação/Internacional

Interrompida após o fechamento da segunda rodada da fase de grupos, devido a pandemia do coronavírus, a Libertadores da América ainda não tem uma definição quanto a sua volta em 2020.

Mas em entrevista à agência Reuters nesta sexta-feira (3), o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, se mostrou otimista para que a competição termine em campo, mesmo que os jogos aconteçam de portões fechados, assim como na Sul-Americana.

“Acho que as coisas voltarão ao normal, mas isso vai levar tempo. E é claro que quero ver estádios cheios. Mas se a forma de ter o futebol de volta é jogar sem torcedores, então é assim que vamos jogar”, disse.

Por enquanto, as duas competições continentais estão suspensas até o dia 5 de maio, mas a possibilidade é grande do prazo ser estendido por mais tempo.

Para auxiliar os clubes, a Conmebol adiantou o pagamento de parte da premiação relativa as atuais fases dos torneios.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger