Terry Rozier comandou a virada do Boston Celtics no TD Garden

Terry Rozier comandou a virada do Boston Celtics no TD Garden

O equilíbrio, a maturidade e a calma, aparentemente inabaláveis do Boston Celtics se mostraram, mais uma vez, fundamentais e o time celta conseguiu a segunda vitória na série final da Conferência Leste, apesar da noite brilhante de LeBron James. Depois de um começo equilibrado, o time de Brad Stevens assumiu o controle do jogo com um segundo tempo impecável e venceu o Cleveland Cavaliers por 107 a 94 na noite de terça-feira (15), no TD Garden, em Boston.

Apesar de massacrar o Cavs no primeiro jogo da série, O Boston Celtics sabia que LeBron James entraria para a segunda partida com sede de vitória. Dito e feito. The King teve uma noite espetacular com direito a triplo-duplo – 42 pontos, 10 rebotes e 12 assistências – e, ao menos uma, cesta daquelas impossíveis que nas mãos de LeBron parecem fáceis. O astro do Cleveland comandou o time no primeiro período e anotou 21 dos 27 pontos do time que chegou a abrir sete pontos no primeiro tempo.

Mas, o Boston Celtics tem demonstrado uma tranquilidade que permite aos comandados de Brad Stevens segurança para tirar diferenças e mostrar os motivos que levaram a equipe, mesmo recheada de desfalques, até a final da conferência. E os celtas voltaram do vestiário com essa segurança aliada a intensidade de jogo. Se nos dois primeiros tempos Jaylen Brown e Jayson Tatum foram os responsáveis por segurar o placar, na segunda etapa, especialmente no terceiro período, Terry Rozier estava endiabrado e foi o maestro do time na virada.

Nem a noite inspirada de LeBron foi capaz de segurar o Boston Celtics

Como a coletividade é um dos principais pontos fortes do Boston Celtics, o protagonismo também percorria as mãos de cada um dos jogadores e no quarto período foi a vez do dominicano Al Horford brilhar. E o clima no TD Garden foi ainda mais inflamado após falta dura e desleal de J.R. Smith em Horford que respondeu com cestas que ampliaram a vantagem que já estava do lado dos donos da casa.

LeBron James chegou a ir aos vestiários após choque com Jayson Tatum, mas retornou à quadra. Porém, não obteve sucesso em segurar o Boston Celtics.

E se o jogo coletivo é a marca dos Celtics, nada mais natural do que a pontuação ser distribuída entre os jogadores. Nesta segunda partida da série final, foram seis celtas marcando mais de 10 pontos. Jaylen Brown terminou a partida com 23, Terry Rozier, o Scary Terry anotou 18, Al Horford terminou com um duplo-duplo marcando 15 pontos e conseguindo 10 rebotes, Marcus Morris terminou com 12 pontos e Jayson Tatum e Marcus Smart marcaram 11 pontos cada.

Já pelo Cleveland, além dos 42 pontos de LeBron, Kevin Love contribuiu com 22 e Kyle Korver com 11 pontos.

Agora, a série passa a ser disputada em Ohio, na casa do Cleveland Cavaliers, que precisa correr atrás do prejuízo. O terceiro jogo da série acontece no próximo sábado (19), às 21h30, na Quicken Loans Arena. O jogo terá transmissão pela ESPN.